Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Parte 1 (1/2) Isabelly Blanch 385 18/06/2017 às 21:24:38
DCAT 5º ANO: AMIGA É PARA ESSAS COISAS… Lara Lynch 3147 17/07/2016 às 04:16:34
Passado? Parte 2 Steffano Di Facchini 3064 09/07/2016 às 20:29:55
Passado? Parte 1 Steffano Di Facchini 3070 09/07/2016 às 20:28:44
Chegando em Kosice Steffano Di Facchini 3066 09/07/2016 às 20:27:07

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: webmaster@zonkos.com.br

Franca Melanie Blanch [ 15172 ]

Situação Atual: CADASTRO NORMAL E ATIVO

  • Melanie Blanch
  • Monitor Morrigan
  • Monitor Morrigan

  • NOME COMPLETO

    Melanie Blanch Marchand

  • RAÇA

    Humana

  • CLASSE

    Mágica

  • ALTURA

    1,58m

  • PESO

    47kg

  • OLHOS

    Azul Claro

  • CABELOS

    Loiro Claro

  • SEXO

    Feminino

  • OPÇÃO SEXUAL

    Heterossexual

  • IDADE

    16 anos

  • DATA DE NASCIMENTO

    15/07/1998

  • SIGNO

    Câncer

  • NOME DO PAI

    Oliver Marchand

  • NOME DA MÃE

    Claire Blanch

  • ORIGEM SANGUÍNEA

    Sangue Puro

  • LOCALIDADE

    Beauxbatons

  • CIDADE/PAÍS

    Lyon/Franca

  • RELACIONAMENTO

    Em um relacionamento

  • NÍVEL

Antes de tudo, vou me apresentar. Sou Melanie Blanch Marchand, sua rainha. Eu nasci em Lyon, na França. Sou de uma das mais nobres famílias da Europa, sendo que tradicionalmente meus ancestrais fazem parte do Ministério da Magia. Mas, isso não importa muito, afinal, o que importa aqui sou eu.
Eu nasci em 15 de julho, dia de festa para a minha família. Desde pequena eu já mostrava traços de minha personalidade, sendo forte, inteligente e mandando. Eu sempre conseguia o queria e minhas vontades sempre eram atendidas, principalmente pelo meu avô. Tratada como uma rainha, sempre tive do bom e do melhor.
Meu avô via em mim o brilho de nossa família, a esperança dos Blanch. Ele havia se decepcionado com minha mãe, Claire, uma vez que ela desistiu de uma carreira promissora no Ministério da Magia e se tornou uma simples dona de casa, sendo apenas capaz de cuidar de seus filhos. Também teve minha tia Victory, que, aliás, aliás, dizem que eu sou a imagem dela, exceto pelo gênio, já que ela era doce. Segundo o que eu ouvi, ela abriu mão de nossa família para se casar com um auror pobre da Grã-Bretanha. Credo! Nunca me imaginei com um pobre ou mestiço.
Mas, voltando a falar de mim, a nova estrela da vida vocês. Eu sempre tive todos aos meus pés. Meus desejos eram ordem. Eu não sabia o que era palavra Não. As crianças da rua eram minhas “escravas”, sempre fazendo apenas o que eu mandava. Eu não era apenas a dona da rua, mas também do bairro e porque não dizer da cidade? Meu pai, Oliver, sempre tentou mudar o meu gênio, dizendo que aquilo não era atitude de uma dama. Mas, meu avô nunca permitiu que eu fosse castigada. Dizia que foi por erros como esse que minha mãe e minha tia se perderam. Ou seja, vovô sempre passava a mão em minha cabeça.
Porém, lorde Blanch já estava cansado. Embora tenha sido um auror valente, com muitas medalhas e honrarias. A idade havia chegado e agora mal conseguia se movimentar. Seus olhos azuis, assim como os meus, eram um tanto triste, até mesmo quando eu estava por perto e nos últimos meses ficou ainda pior. Meu reinado estava ameaçado e eu deveria fazer alguma coisa.
Por que meu reinado estava ameaçado? Ora! Tudo culpa de um garoto mimado, chamado Thomas Constantine. Segundo minha mãe, ele é o filho de minha tia Victory, com o auror pobre. Porém, ele nunca teve contato com nossa família. Quando ele nasceu, vovô se recusou a conhecê-lo, mas minha mãe, sempre com a vovó ia visitar tia Vic escondida, na Romênia.
Calma, eu já explico onde ele me atrapalhava. Como eu dizia meu avô já estava ficando velho e seu coração ficando mole. Há poucos meses o tal do Thomas havia aparecido em todos os jornais da Europa. As noticias diziam que ele era um talento mirim, o novo batedor dos Aplebby Arrows, time de quadribol ao qual meu avô é torcedor fanático. Ao que parecia, ele seria um batedor promissor, que apenas com 16 anos já havia conseguido um contrato profissional. Ter um primo famoso seria um máximo, eu admito, mas não quando meu trono de rainha da família é ameaçado.
Vovô havia resolvido esquecer a história do auror pobre, tentando conhecer e reconhecer o menino como membro da família Blanch e seu neto legitimo. Mas, parece que o moleque é maluco e se recusou a conhecer nossa família. Maldito Thomas. O velho ficou triste, rabugento e até me maltratou algumas vezes. Fiquei irada, revoltada. Isso não ficaria daquele jeito.
Mas, eu não sou a rainha atoa. Sou a melhor em tudo o que faço e mostraria para esse Thomas quem é a melhor e de quem é o trono da família. Embora os Blanch sejam originalmente membros da casa Mélusine, com exceção da tia Victory que foi uma Brigit, eu iria para Beauxbattons, onde me tornaria uma morrigana.
Meu plano? Muito simples. Primeiro eu me tornaria amiga de meu primo, o que não seria de tão ruim. Thomas era famoso e andar com ele me tornaria popular. Não ia demorar a eu sair em um desses jornais famosos, onde logo iam reconhecer minha beleza e fariam de mim uma importante modelo. Depois, eu convencia o cabeça dura do meu primo conhecer a família e se tornar amiguinho do vovô. Por último, viria minha grande façanha. Eu me tornaria melhor que ele em tudo, se ele era bom no quadribol, eu seria melhor ainda. Se ele era bom em feitiços, eu seria duas vezes melhor. Ou seja, encheria meu vovô com meu sucesso, levaria o nome da família a lugares onde nuca esteve e assim, tomaria o lugar que era meu de direito. Eu sou assim, sempre serei... Afinal, sou a sua rainha, sou Melanie Blanch Marchand.



Este perfil já foi visualizado 1.885 vezes. Atualizado pela ultima vez em: 16/08/2016 às 19:34:54