Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Parte 1 (1/2) Isabelly Blanch 918 18/06/2017 às 21:24:38
DCAT 5º ANO: AMIGA É PARA ESSAS COISAS… Lara Lynch 3693 17/07/2016 às 04:16:34
Passado? Parte 2 Steffano Di Facchini 3585 09/07/2016 às 20:29:55
Passado? Parte 1 Steffano Di Facchini 3570 09/07/2016 às 20:28:44
Chegando em Kosice Steffano Di Facchini 3598 09/07/2016 às 20:27:07

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: webmaster@zonkos.com.br

Italia Gábrio Adário Sartini [ 16733 ]

Situação Atual: CADASTRO NORMAL E ATIVO

  • Gábrio Adário Sartini
  • Mundo Mágico
  • Mundo Mágico

  • NOME COMPLETO

    Gábrio Adário Sartini

  • RAÇA

    Humana

  • CLASSE

    Mágica

  • ALTURA

    1.78m

  • PESO

    74kg

  • OLHOS

    Preto Escuro

  • CABELOS

    Castanho Escuro

  • SEXO

    Masculino

  • OPÇÃO SEXUAL

    Heterossexual

  • IDADE

    32 anos

  • DATA DE NASCIMENTO

    11/08/1982

  • SIGNO

    Leão

  • NOME DO PAI

    Antonio Sartini

  • NOME DA MÃE

    Antonella Sartini

  • ORIGEM SANGUÍNEA

    Sangue Puro

  • LOCALIDADE

    Mundo Mágico

  • CIDADE/PAÍS

    Gênova/Italia

  • NÍVEL

Eram diversos os fatores que faziam parecer com que Gábrio fosse ter um colapso nervoso. Em primeiro lugar, não era fácil ser o filho do meio, numa família com mais 6 irmãos. Ele era literalmente o meio: o quarto irmão. Os mais velhos costumavam dizer que ele não era um Sartini puro-sangue, mas adotado, por conta dos seus cabelos escuros. Era o único da família, desde muitas gerações a possuir uma genética diferente. Mais tarde, com a vinda dos outros 3 irmãos mais novos, acabou sendo o babá deles. Criou responsabilidades de adulto muito cedo, e isso o fez tornar-se uma pessoa madura rápido demais.

Não bastasse o senso de responsabilidade, no que deveria ser sua adolescência, era ignorado pelos primeiros e servia de conselheiro para os mais novos. Mas quem o ouviria? A mãe? O pai? Eram unidos, claro, mas sempre fora constrangedor conversar certos assuntos com os pais. Em seu período escolar, pôde contar com apenas alguns poucos amigos, principalmente porque era mais maduro que o restante da turma.

Mas não é porque sempre se sentira sozinho que de fato o era. Longe disso, amava a sua família e agradecia diariamente por eles estarem todos sempre juntos. Em parte, sentia-se responsável pela união de todos, ele era o meio: três mais velhos, três mais novos e ele, o meio. Gostava disso, achava que era como um ponto de equilíbrio no meio daquela multidão de gente. Até Cezare partir. Fora o primeiro a sair de casa, desmanchando a harmonia numérica tão perfeita e simétrica. Talvez tenha sido esse o ponto onde as coisas desandaram. Primeiro Cezare, em seguida Giordana e Bertoli. Mas, para seu espanto, August, Caterine e por fim Arabella (os caçulas) se foram também, todos seguindo os seus sonhos. E, quando se deu conta, apenas Gábrio havia ficado. Talvez por nunca ter parado para analisar seus próprios sonhos e desejos, mas, mesmo assim, alguém tinha que ficar. Alguém teria de ser responsável pelos pais, que já não era tão novos assim, e cuidar deles. Não ressentia isso, jamais. Porém não podia deixar de pensar que a vida lhe escorria pelas mãos e era a única coisa sobre a qual não tinha controle.

Após muita insistência da mãe, finalmente partiu de casa, mas não para longe. Resolveu que ficaria numa distância segura, de onde poderia verificar e acudir qualquer necessidade que seus pais tivessem. Alugou uma casa num bairro vizinho e fazia questão de almoçar e jantar com eles todos os finais de semana. Claro que durante a semana passava algumas vezes para verificar se estava tudo bem e, com certeza sentia-se um pouco bobo de fazê-lo, pois tudo continuava sempre igual. Sabia dos irmão através de cartas, mas ultimamente os mais velhos: Cézare e Giordana andavam sumidos. Mal tinha notícias dos sobrinhos, sabia apenas que Kalinda já estava em véspera de iniciar seus estudos. Pelas suas contas, ou já havia completado ou estava em vésperas de completar 11 anos.

Tudo ia razoavelmente bem, quando atendendo a um chamado excepcional para cobrir um evento na África do Sul, aconteceu o fato que o corroeria com culpa. Durante sua ausência, o pai faleceu. Não havia como largar mão de tudo e simplesmente ir ao seu auxílio, era simplesmente impossível deixar de lado sua entrevista com o embaixador da magia da África, entrevista que demorou quase um ano para conseguir marcar. A alternativa, embora não lhe agradasse em nada, seria apelar para a mais jovem Sartini: Arabella. Por que ela? Porque era ela quem tinha, depois dele próprio, mais consideração com os pais, era ela em quem confiava para esse tipo de coisa, e porque ela era sua favorita, sem dúvidas. Atrapalhada, claro, mas saberia se virar bem. O único revés era que estava iniciando uma tese acadêmica no Brasil, mas achava que poderia postergar até que sua estadia na África tivesse fim.

Assim, enviou a mensagem e torceu pelo melhor. Tinha agora, que se preparar para a sua entrevista.



Este perfil já foi visualizado 394 vezes. Atualizado pela ultima vez em: 02/03/2016 às 23:52:57