Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Parte 1 (1/2) Isabelly Blanch 918 18/06/2017 às 21:24:38
DCAT 5º ANO: AMIGA É PARA ESSAS COISAS… Lara Lynch 3693 17/07/2016 às 04:16:34
Passado? Parte 2 Steffano Di Facchini 3585 09/07/2016 às 20:29:55
Passado? Parte 1 Steffano Di Facchini 3570 09/07/2016 às 20:28:44
Chegando em Kosice Steffano Di Facchini 3598 09/07/2016 às 20:27:07

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: webmaster@zonkos.com.br

Iraque Raven Amirah [ 16783 ]

Situação Atual: CADASTRO NORMAL E ATIVO

  • Raven Amirah
  • Mundo Mágico
  • Mundo Mágico

  • NOME COMPLETO

    Raven Amirah Loutont

  • RAÇA

    Humana

  • CLASSE

    Mágica

  • ALTURA

    1,78m

  • PESO

    67kg

  • OLHOS

    Castanho Claro

  • CABELOS

    Castanho Intenso

  • SEXO

    Feminino

  • OPÇÃO SEXUAL

    Heterossexual

  • IDADE

    21 anos

  • DATA DE NASCIMENTO

    04/02/1995

  • SIGNO

    Aquário

  • NOME DO PAI

    Desconhecido

  • NOME DA MÃE

    Cloude Loutont

  • ORIGEM SANGUÍNEA

    Sangue Puro

  • LOCALIDADE

    Mundo Mágico

  • CIDADE/PAÍS

    Bagdá/Iraque

  • RELACIONAMENTO

    Solteiro

  • NÍVEL

As pessoas podem achar que ser uma filha linda e virtuosa era algo simples, sobretudo, não era tão simples assim. Minha mãe sequer sabia dizer quem era meu pai de verdade e mal pudera viver plenamente minha adolescência, que a mesma, inconstante e instável, resolvera ter outro filho. Não como pessoas normais, mas com um japonês de onde ela trabalhava. Minha vida fora sempre assim... Irlanda, iraque, arábia, japão... Diversos países viajando em trabalho sem ter um local fixo ou amizades fixas.


 


A única sorte, era estudar em Durmstrang e possuir um ou outro conhecido em que jurava ser alguém na vida longe dos vícios e das inconstantes viagens. Meus treinamentos eram assim e não desejava nada menos que algo bem sucedito. Logo quando me formei, minha mãe comparecera na "despedida" da escola, algo que já não tolerava, pois minha independência de desgarramento de seus braços, impedira-me de manter quaisquer relações mais afetuosas. Não que fosse alguém ruim, mas meu irmão precisava dela e se ele já não a tinha, imagine eu! A maior sorte foi ter encontrado os familiares paternos do meu irmão. Assumiram tal responsabilidade, mas como dizem... Uma vez bastardo, sempre bastado. E, apesar de tudo, não tinha ódio ou mágoa, pois pelo menos Uly, tinha - ou tentava ter - uma família.


 


O conhecer da mente humana e das guerras abrira minha mente para novos horizontes, mudei para Dinamarca, país pelo qual me apaixonei e tão jovem casei com o único amigo que possuía: Victor Delaney, irmão do jogador de futebol da seleção da dinamarca no mundo trouxa. Em pouco tempo de casada, conseguira o visto e a cidadania do país. Era lá que desejava viver, servir e morar. Os tempos como militar da família real, não eram fáceis, sobretudo, cuidar dos Ministros como secretária me dera um enorme ganho! Meu marido era da Ordem da Fênix, a guarda real dos filhos de Frederico: princesa Lilith.


 


Poucos meses depois fui encaminhada para auxiliar na pasta da segurança do país, onde era de responsabilidade da Duquesa e foi logo aí que lhe conheci. Neste pouco período de confianças e de empregos, me tornei viúva em um ataque bruxo. Victor falecera servindo ao país e lutando. Não que o amasse muito, mas sentira sua perda... Havíamos nos casado como um trato de ter uma vida boa e segura. Um homem pelo qual não amei verdadeiramente, mas lhe respeitei como grande amigo e que aceitei, se preciso, ter uma vida com o mesmo. Infelizmente o destino resolveu dar uma virada em nossas vidas.


 


Para minha sorte e esperança, ao ser convocada como a secretária fiel da Duquesa, pude manter-me dinamarquesa e com todas as regalias que tal posição de confiança trazia. Posição e muita responsabilidade, é claro.


 


Eu tinha um objetivo especial longe dela: reencontrar meu pai, que segundos informações ou as inúmeras tentativas de desvendar tal mistério, descobrira que ele havia se tornado um vampiro. Um enorm problema, pois estava auxiliando a Duquesa a manter a ordem no país através das lutas nas sombras.


 



Este perfil já foi visualizado 416 vezes. Atualizado pela ultima vez em: 19/06/2017 às 15:42:48