Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
DCAT 5º ANO: AMIGA É PARA ESSAS COISAS… Lara Lynch 2663 17/07/2016 às 04:16:34
Passado? Parte 2 Steffano Di Facchini 2594 09/07/2016 às 20:29:55
Passado? Parte 1 Steffano Di Facchini 2591 09/07/2016 às 20:28:44
Chegando em Kosice Steffano Di Facchini 2595 09/07/2016 às 20:27:07
PDG 1º ANO: EXPLORANDO A FLORESTA Axl B. Hannover 2611 03/07/2016 às 16:58:59

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: webmaster@zonkos.com.br

Capítulo 2 - Um Pouco da Tortura

Pontuação: 6.2 pontos

por Alexia H. Neveu » 20/07/2011 às 12:55:31
Título: Capítulo 2 - Um Pouco da Tortura
Alexia H. Neveu
 

                O sol está raiando, são apenas 4:30hs da madrugada, alguém bate a porta, bate não, quase a derruba:

                - Mione! Oh, Mione! Mamãe mandou você levantar agora! - Era uma voz irritante que Hermione Granger ouvia desde que se lembrava, sua prima Amanda.

                As duas tinham a mesma idade e altura, quase 11 anos e pouco mais de 1,40m. A partir daí as diferenças mudavam, enquanto Amanda tinha longos cabelos negros e lisos e olhos verdes vivos, Hermione tinha vastos cabelos castanhos e olhos da mesma cor, se achava sem graça e desinteressante. Mas, tinha uma coisa que chamaria a atenção de qualquer um, ela possuía uma cicatriz em forma de raio na testa, nunca soube como a ganhou.

                Isso ajudava muito na atmosfera onde ela morava, uma familia de classe média, os Hopkins, seus tios. Morava lá desde que nasceu e sua vida era muito triste e solitária, seus pais morreram quando ela ainda era bebê, eles não disseram como e nunca queriam comentar o assunto, sua prima era tratada como princesa, tinha do bom e do melhor e praticamente passava o dia assistindo TV. Enquanto Hermione, tinha que varrer, lavar, lustrar e deixar brilhando toda a casa e suas mobílias, além de cuidar das roupas sujas, da comida, afinal ela tinha que cozinhar. Sua tia Angélica, era uma dondoca, vivia de jogos de baralhos nas casas da vizinhança, seu tio Mauro era um pequeno empresário, pequeno mesmo, tinha um escritório mínimo e um pequeno galpão onde produziam creme dental, é isso mesmo, as pobres pessoas que compravam se arrependiam, não sabia como dava lucros. Ela vivia das roupas rasgadas e desbotadas que sua prima não queria mais e por ter o corpo muito bem definido e mais desenvolvido, as roupas chegavam a ser bem folgadas.

                Esse era mais um dia típico pra familia Hopkins, mas não para Hermione, ela estaria completando 11 anos no dia seguinte, mas nunca seus tios se importaram com isso, ela nunca teve um bolo de aniversário, já Amanda tinha festas e mais festas todos os anos. Dessa vez não iria ser diferente. Uma coisa que Hermione tinha e que não sabia explicar era o fato de que quando estava com muita raiva ou assustada fazia coisas sem perceber, um dia prendeu sua prima no sótão, mas foi sem querer, como num passe de mágica a porta se fechou e ficou emperrada, só depois de muitas tentativas de seu tio, foi que conseguiram tirá-la de lá. Por causa disso, passou um mês jantando apenas pão com água.

                Hermione não gostava de lamentar, a única forma de ficar feliz era ir na biblioteca próxima da escola onde estudava e ficar lá lendo por várias e várias horas. Ela esquecia o tempo, o mundo ao seu redor, apenas lendo. Ao anoitecer, ela fez seus afazeres daquele dia e foi se deitar, como de costume ela dormia num colchonete no chão da dispensa, sua tia dizia que era para ficar mais próxima da cozinha... Foi então que algo aconteceu...
O que será? Vejam no próximo capítulo...

Este capítulo já teve 49625 visualizações até agora.


Hadagast Whittworth Gostei niza... Congrats... :) 06/10/2012 às 23:13:50
Cara Rahl Caracas, vc escreve muito bem! Parabéns! 21/07/2011 às 13:38:09
Theodore Charbonneau liiindo! .wee 20/07/2011 às 23:56:33
Aaron Denvers primeiro comentariooooo. Amor, parabéns pela fic ^^ 20/07/2011 às 20:30:52