Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Felicidade Jian-Yin Lee 7202 23/05/2020 às 22:05:02
Recomeço Jian-Yin Lee 9660 13/03/2020 às 16:50:15
22/02/2020 Duncan Cullen 9312 22/02/2020 às 15:27:50
Diário do Josh - Últimos dias antes da escola. Joshua P. A. Nolan 13131 17/01/2019 às 11:12:01
Chegada à Durmstrang Mihail Weylin 12741 22/11/2018 às 18:19:24

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Wildsmith Bahnhof [Estação Ignatia Wildsmith]

Moderadores: Conselho Internacional, Special Confederação Internacional dos Bruxos, Confederação Internacional dos Bruxos

Re: Wildsmith Bahnhof [Estação Ignatia Wildsmith]

MensagemGrecia [#205335] por Ares Hatzimichalis » 19 Jul 2020, 16:47

  • 6 Pts.
  • 19 Pts.
  • 47 Pts.
O filho do deus da guerra não era alguém que gostava de ser subestimado, não era surpresa, portanto que ele houvesse simplesmente ignorado a ordem da medibruxa e ido ajudar a apagar as chamas. Ele as havia causado afinal, e embora elas (e a explosão) tivessem sido o suficiente para abrir um pouco mais o vâo no vagão já amassado e parcialmente aberto, aquilo não se perfazia da totalidade de suas intenções, e talvez ficasse encucado com aquele tipo de coisas por mais tempo do que deveria. Ou seria culpa do fio de cabelo loiro meio queimado que caia em seu rosto como consequencia de seu erro escracho e inadimissivel. Não havia por que errar aquele feitiço, afinal, mas, ainda assim, ele o havia errado de maneira vergonhosa. –Obrigado. – Mesmo diante do orgulho ferido, o garoto agradeceu para a mulher mais velha, antes de voltar a se aproximar da casca de metal que de certa forma havia quase o vencido. Por entre os vãos, e perante os olhos atentos do menino lobo de dezessete anos, algumas figuras se moviam por tras das caixas, enquanto um alto pedido de ajuda poderia ser escutado, mais pra frente, provavelmente alguém pego no acidente ou por conta de sua explosão.

É bem verdade que o loirinho de origens gregas não passasse de um residente, talvez prepotente demais para seu próprio bem. E também era completamente conhecido que sua falta de empatia real quase cronica por pressoas que não eram de seu intimo ciclo social – mais especificamente, alguém de sua família-, embora ele soubesse fingir tê-la (a ponto de ver as pessoas como meros objetos descartáveis, estáticas ou cobaias que ele era doido para usar mas não podia por algum preceito idiota de direito humano ou coisas assim), e frieza natural não o fizesse sentir qualquer tipo de pena para com aqueles indivíduos cuja a morte não passaria de um simples ponto esquecido em um livro. Mas Ares estava em um trabalho e mantinha sua mente focada em desfazer o seu calculo errado, o que garantia que ele estivesse empenhado em tira-las dali – ou se deliciar com a visão de algum machucado muito feio ou intrigante, que pudesse, fominha como era, ajudar a suturar, como mais uma cobaia própria para si.

De qualquer forma, quaisquer que fossem suas intenções escusas para ajudar (já que estava ali mesmo), o adolescente não demorou para novamente tirar sua varinha do suporte, apoiando-a sobre sua mão esquerda, a principal mão que usava. –Bulla Aeris – Pronunciou apontando para a própria cara a fim de criar um escudo contra efeitos colaterais ou fumaças toxicas que poderiam provir de lá de dentro, então apontanto a varinha novamente para a superfície de metal do grande vagão. –Diffindo – Pronunciou, apontando sua varinha em direção a fenda de metal, cortando-o um pouco mais para que pudesse passar com sucesso, antes de entrar no vagão a passos largos para fazer o resgate dos feridos ali, enquanto varria com seus olhos azuis o lugar. Se houvesse algum cadáver ali, será que ele poderia pedir para disseca-lo.

Ação Procurar por sobreviventes no vagão 4, para resgata-los.
Feitiço: Bulla Aeris[dificuldade: 10];
Descrição: Feitiço Cabeça de Bolha. Este feitiço cria uma bolha em torno da cabeça do alvo para que assim ele possa respirar embaixo d'água.
Feitiço: Diffindo[dificuldade: 1];
Descrição: Feitiço usado para cortar objetos. Harry o usa, por exemplo, para rasgar a mochila de Cedrico.

Itens Utilizados:

  • Varinha de Espinheiro, 30cm, Corda de Coração de Dragão, Flexível

    Usou um Varinha de Espinheiro, 30cm, Corda de Coração de Dragão, Flexível.

Imagem
Imagem
Ares Hatzimichalis
7° Ano Slytherin
Avatar do usuário
Sam Harwood
 
Reg.: 01 de Feb de 2016
Últ.: 15 de Nov de 2020
  • Mensagens: 244
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 6 Pts.
  • 19 Pts.
  • 47 Pts.

Postado Por: Luh.


Re: Wildsmith Bahnhof [Estação Ignatia Wildsmith]

MensagemJapao [#205923] por Hitomi Morita » 30 Jul 2020, 19:06

  • 16 Pts.
  • 8 Pts.
  • 9 Pts.
Atualização 3:
Segue as contas e os resultados dos cálculos para as ações, seguindo o modelo: D1 + Mod P. + Mod Int. + Habs + Habs – Fraqueza = >18

Para achar seu nome mais rápido, só dar Ctrl + F e digitar o nome do personagem ^^
Sim, o que está no spoiler é importante. Só está assim pra diminuir um pouco o tamanho da postagem.


Aiden Dewes – Ação: Vagão 3 – Chamar a atenção de socorristas para o local: FALHA CRÍTICA!
3 + 2 + 2 + 0 + – 1 = 7

Spoiler: Mostrar
O feitiço que foi executado por você pode até ter sidO efetivo, mas em meio ao caos que tomava conta da área não foi capaz de atrair a atenção das pessoas de que você precisava. Mas isso não significava que não havia atraído a atenção de ninguém. Um seminviso que passava por ali acabou tomando a direção do interior do vagão ao ver o feixe de luz emanado por sua varinha. Porém, o animal não parece estar exatamente calmo. O que ele irá fazer? Irá lhe ajudar ou te atacar?


Élise Park – Ação: Abrir janelas e portas do Vagão 1 FALHA!
5 + 7 + 3 + 0 + 0 - 0 = 15.

Spoiler: Mostrar
Você conseguiu abrir as portas dovagão, porém, ao tentar abrir as janelas, mas a movimentação acabou por quebrar os vidros a sua frente e os estilhaços lhe atingiram. Nenhum deles acertou algum ponto vital, mas a dor era aguda e alguns ferimentos sangravam bastante.


Kylie Jones – Ação: Tentar apagar o foco de incêndio 1 causado por ele próprio FALHA CRÍTICA!
1 + 1 + 1 = 3

Spoiler: Mostrar
Talvez pelo (literalmente) calor do momento, No momento em que executou o feitiço de gelo a magia acabou por ricochetar. A magia o jogou para longe e congelou sua perna por alguns minutos. No momento você se encontra paralisado da cintura para baixo e o fogo continua avançando. Pode ser que consiga quebrar o efeito se aquecendo... Pode ser que algum de seus colegas presentes façam isso por você. O caso é que ficar parado esperando um milagre cair em seu colo não irá adiantar de muita coisa. E aí? O que fazer?


Richard Shrew – Ação: No Vagão do Restaurante, tentando tirar Moon dali em segurança para levá-la ao tratamento médico. SUCESSO!
Até que enfim!
15 + 3 + 2 = 20

Spoiler: Mostrar
Você conseguiu sair do lugar com a paciente e até encontrou um colega de trabalho no meio do caminho para que ele o ajudasse! Mas o residente Aiden não estava com você quando você saiu. Ele ficou para trás e, quando você olhou para trás para ver se o via em algum canto, pode perceber que ele não estava sozinho no vagão! Estaria ele em perigo? Valeria a pena voltar para tentar salvá-lo agora que Moon estava sob os cuidados de outra pessoa?


A paciente Moon foi levada para o TvH e, a partir desse momento, deverá ser tratada no tópico pertinente aos pacientes do prédio do hospital! (Eu ouvi um amém?)


Haruno Kobayashi – Ação: Cuidar Tentar atrair o occami para dentro de seu bolso com um besouro. SUCESSO!
12 + 4 + 3 + 3 + 2 + 5 - 1 = 27

Spoiler: Mostrar
O occami teve a atenção fisgada pelo besouro e diminuiu de tamanho em um rasante até o bolso do homem ali parado, aumentando assim o espaço para que todos os ali presentes se locomovam de forma mais eficaz. Porém, o vagão, naquele instante, começa a se mover dando indícios de que algo estava prestes a dar muito errado. E ainda há algumas pequenas criaturas soltas por ali. O que você fará?



Ares Hatzimichalis – Ação: : FALHA!
6 + 4 + 2 + 3 +2 - 1 = 16

Spoiler: Mostrar
Você encontrou duas pessoas presas entre algumas ferragens tornas e de difícil acesso. Porém, quando você se aproximou para ajudá-las, um ruído metálico se fez presente no lugar e o vagão pareceu se mover. Nada bom. O que estaria prestes a acontecer? Você conseguiria salvar os enfermos antes de acabar se tornando um deles também?



+1 Foco de Incêndio – Vagão 1



Situação Atual:
Locomotiva
Em chamas!

Foco de Incêndio 1
Foco de Incêndio 2
Foco de Incêndio 3


Vagão 1 – Vagão de Passageiros
Tombado de lado com parte do muro esmagando parte deste. O muro foi reconstruído e não mais oferece perigo.
Portas foram abertas, mas janelas foram quebradas por uma pequena explosão.
Há cerca de 50 pessoas em seu interior.
Foco de Incêndio 1: Causado por Kylie
Foco de Incêndio 2: Causado por Dragos
Foco de Incêndio 3: Causado por Maisie


Vagão 2 – Vagão de Passageiros
Inclinado com portas emperradas que podem ser abertas uma das portas abertas, logo ‘entrar no vagão’ não é mais uma ação. A partir de agora podem entrar neste vagão e executarem qualquer outra ação em seu interior.
10 Pessoas conseguiram sair do Vagão.
Ainda há cerca de 37 pessoas em seu interior.
As últimas duas cabines do vagão estão sendo acometidas pelo fogo e há moderada quantidade de fumaça em seu interior
Uma cabine ainda pega fogo, a quantidade de fumaça diminuiu bastante.


Vagão 3 – Vagão de Restaurante
Aiden abriu uma passagem, logo ‘entrar no vagão’ não é mais uma ação. A partir de agora podem entrar neste vagão e executarem qualquer outra ação em seu interior.
Uma fumaça negra está escapando pelas janelas quebradas e as portas se encontram aquecidas e uma claridade laranja está escapando debaixo destas.
O cheiro de gás está evidentemente vindo deste vagão. Agora que a cozinha fora ‘selada’ o cheiro de gás parece ter diminuído drasticamente.
Cerca de 15 passageiros correram para fora do vagão, pisoteando tudo em seu caminho.
Moon conseguiu ser resgatada e agora receberá tratamento no TvH.
Há um seminviso à espreita de Aiden, bem na passagem que ele deverá usar para passar.


Vagão 4 – Vagão de Carga
Algumas portas e paredes destes vagões estão danificadas.
Não se sabe quantas pessoas estão nesses vagões. Há cerca de 7 pessoas nesse vagão. Pôde-se ouvir um grito de socorro vindo de algum lugar não visível entre as cargas.
Foco de Incêndio no vagão 4 O incêndio foi apagado no vagão 4
Há ruídos e uma movimentação estranha vinda desse vagão, indicando algum problema futuro. Seria um novo incêndio? Uma explosão? Ou não seria nada além da dilatação do ferro?
Duas pessoas presas nas ferragens foram encontradas por Ares, mas elas seguem presas.


Vagão 5 – Vagão de Carga
Algumas portas e paredes destes vagões estão danificadas.
Não se sabe quantas pessoas estão nesses vagões.


Vagão 6,– Vagões de Transporte
O occami não mais ocupa espaço dentro deste vagão.
Não há fogo no interior deste vagão.
Uma criatura estranha, de corpo peludo, parece ter sido vista saindo deste vagão... mas a mesma desaparecera pela noite quase que imediatamente depois.
Há dois oficiais do Depto. De Controle de Criaturas Mágicas presentes no interior do veículo.
Há ruídos e movimentação estranha vinda deste vagão indicando algum problema não solucionado prestes a eclodir.


Vagão 7 – Vagão de Transporte
Agora Aberto, é possível ver cerca de dez bezerros apaixonados correndo livres por ele, dois escaparam correndo assim que a oficial abriu a porta.
Não há fogo no interior deste vagão.
Algumas caixas de transporte de animais pequenos se encontram tombadas e não é possível ver o estado real dos animais.
É possível ouvir o som de pelúcios vindos de algum lugar.


Vagão 8 – Vagão de Transporte
Recomenda-se não se aproximar destes vagões até a chegada do departamento de Controle de Criaturas Mágicas.
As paredes de alguns estão inteiramente destruídas com traços de explosão e arranhaduras.
Imagem

Spoiler: Mostrar
Imagem
Hitomi Morita
Funcionário do Hospital TvH
Avatar do usuário
Mirei Kiritani
 
Reg.: 18 de Sep de 2019
Últ.: 19 de Nov de 2020
  • Mensagens: 35
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 16 Pts.
  • 8 Pts.
  • 9 Pts.

Postado Por: Nick/Pinscher.


Re: Wildsmith Bahnhof [Estação Ignatia Wildsmith]

MensagemEspanha [#205949] por Alex Hernandez » 31 Jul 2020, 00:36

  • 17 Pts.
  • 18 Pts.
  • 67 Pts.
Aquele vestido atrapalhava feito o diabo enquanto ele corria. Diffindo! — Pronto. Não atrapalhava mais. O tecido rasgado caiu pelo caminho e ele puxava Arthur pelo braço, mesmo que ele estivesse correndo do exato mesmo jeito que Alex. As sandálias de salto alto também haviam ficado pelo caminho. Vidas estavam em jogo, estética seria a última coisa em que ele pensaria numa hora dessas. — Cariño, eu nunca entendi essa sua ocluação com fogo. Você é da Mélusine, se chama Arthur e parece um filho muito bem sucedido do Arthur de Atlantis com a Mera. Então, não decepcione meus instintos, está bem? Controla esse fogo aí que ta causando tanta desgraça com a água que eu tenho certeza que habita o seu corpo. — Inclinou-se tomando seu rosto com ambas as mãos e o beijando de forma rápida, mas apaixonada.

Não deixou que Arthur escolhesse para onde iria. Ele ficaria ali, tentando apagar o incêndio e ponto. Agora o resto seria com Alex. Correu para os vagões onde percebeu o incêndio estar mais controlado e foi aí que encontrou um inclinado que parecia estar bastante lotado ainda. Era lá. Era para lá que ele iria e era para lá que ele foi. Se livrou de alguns estilhaços no meio do caminho, tanto do vidro de uma janela que havia explodido quanto do vestido que teimava em enroscar em algumas vigas, mesmo tendo sido cortado. Teria sido bem pior se tivesse entrado com o vestido inteiro. Oh, se teria! Seus pés também se feriam conforme avançava. Descalço como estava? Teria de tomar, no mínimo, umas doze antitetânicas quando saísse dali. Mas, por hora, a adrenalina se encarregava das dores dos cortes e ele se enfiava cada vez mais fundo naquela área. Depois ele se preocuparia com as vacinas e possíveis doenças que o ferro lhe transmitiria. Depois.

— Quem ta preso nessa p*rra diz um “AH” que eu vou aí tentar soltar! E quem não ta, pelo amor de Morrigan, mete o pé daqui que ta tudo pegando fogo! — Dizia conforme passava pelas cabines, abrindo algumas portas e procurando pessoas que pudessem estar precisando dele. Não sabia quantas pessoas exatamente poderia ter ali dentro, mas ele só sairia dali quando cada uma delas estivesse bem. Não era do tipo que deixava ninguém para trás. Sua creche que o diga, certo? Havia pegado uma senhora detenção em seu último ano para vingar Guinevere das meninas que lhe cortaram os cabelos. E o que era um corte de cabelo se comparado a pessoas presas em um vagão em chamas? Pois é. Que Morrigan estivesse com ele naquele momento porque ele estaria era com as vítimas. — Mas que inferno! — Cuspiu a exclamativa quando viu o incêndio no fundo do vagão aumentando gradativamente. — Vamos embora, gente! A gente literalmente não tem o dia todo não! — E, assim, se pôs a ajudar a quem estava com dificuldades para que saíssem com um pouco mais de facilidade e rapidez. Principalmente rapidez. Mas, nossa Morrigan do céu! Tinha gente nesse mundo que pedia pra ser lerda e ainda abusava! A paciência de Alex nunca estivera tão baixa em toda a sua vida...


Interação com: Arthur ♥
Ação: Auxiliar na evacuação dos passageiros do vagão 2

Alex já rasgou a roupa toda, então...
Feitiço: Diffindo[dificuldade: 1];
Descrição: Feitiço usado para cortar objetos. Harry o usa, por exemplo, para rasgar a mochila de Cedrico.
Imagem
Alex Hernandez
Mundo Mágico
Avatar do usuário
Oliver Strohhacker (Criedwolves)
 
Reg.: 12 de Nov de 2019
Últ.: 23 de Nov de 2020
  • Mensagens: 86
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 17 Pts.
  • 18 Pts.
  • 67 Pts.

Postado Por: Nick/Pinscher.


Re: Wildsmith Bahnhof [Estação Ignatia Wildsmith]

MensagemInglaterra [#206405] por Sarah Scarlett Maison » 10 Ago 2020, 23:09

  • 4 Pts.
  • 20 Pts.
  • 48 Pts.
    You think a lot about a little never heard it
    All of our energy
    Bring these words to life

    TRAMA OFICIAL - 01



    Eu sei... – ela pegou na mão de seu pai com carinho e repousou um beijo respeitoso próximo ao anel do viúvo. – Só peço que o senhor nos dê um tempo para assimilarmos tudo isso e fazer com que algumas feridas cicatrizem. Eu amo John e tenho certeza de que ele também me ama, mas ele precisa entender que eu cresci e, principalmente, precisa me respeitar. O que ele me disse magoou demais o meu coração, não estou preparada ainda para vê-lo e sequer para tentar qualquer diálogo – sua fala era branda, mas o estranho brilho em seus olhos não permitia que ela escondesse a própria dor.

    Você devia me visitar mais vezes. – Tentou mudar de assunto enquanto acarinhava a mão de sua filha. – Eu sinto sua falta. Acreditei que fosse tê-la novamente por perto quando se formou, mas só foi ainda para mais longe. – Embora nitidamente saudoso, Paul Maison não demonstrava mais a cobrança excessiva. Apenas queria poder disfrutar das novas fases de sua filha não mais uma criança.

    Você deveria me visitar mais vezes também – respondeu de prontidão enquanto segurava uma risada, o que provocava covinhas em seu rosto e vermelhidão na bochecha. – Sei que gosta daqui, mas a minha pequenina chácara também é incrível, as fadas fazem bom cultivo das ervas para o chá da tarde e os pufosos estão mais domesticados, já não pulam tanto nas visitas. – Sorria alegre e orgulhosamente ao lembrar que, enfim, havia conquistado seu espaço. – Vá almoçar comigo um fim de semana destes, pai.

    Quando era miúda, sua mãe dizia que você seria uma exímia curandeira, tal como ela, mas ainda mais brilhante devido a sua energia vital. Quando você decidiu iniciar o estágio em medibruxaria, receei que isso ofuscasse seus sonhos. Cobramos muito de você quando Kate nos deixou, por isso o meu coração está em paz, mesmo com você longe, ao vê-la seguir o caminho que sonhou. – Sua ternura foi externada em um carinho suave na face da mais nova.

    E então seu telefone tocou e a fez dar um pequeno pulo da poltrona, assustada com aquela vibração. – Oh, céus. Eu ainda não me acostumei com tudo isso, mas eles insistem que esta é a melhor forma de nos mantermos conectados. Preciso atender, pai. Dê-me licença. – Ela se afastou do patriarca e atendeu a ligação. Seus olhos se arregalaram ao ouvir o que havia acontecido e, sem pensar muito, agitou sua varinha para ligar o rádio da sala. – Estou indo imediatamente. – Desligou e correu para a cozinha pegar a sua bolsa.

    Acidente de trem, tenho amigos e criaturas no vagão, preciso ajudar. – Ela beijou a testa do pai. – Você fique em casa, John vai ficar muito preocupado se chegar e você não estiver aqui. Assim que eu chegar, aviso a você. Prometo. Eu te amo – ela então desapareceu no meio da sala.


    [...]

    A adrenalina estava tão em alta que Sarah Scarlett não sentiu o estômago embrulhar com a aparatação daquela vez. A cena era trágica, difícil de acreditar. Nunca ela havia visto algo tão terrível assim, nem na batalha de Beauxbatons haviam tantos feridos e tamanha catástrofe. Gritos, cheiro de fumaça, sangue por toda parte, pacientes com fraturas expostas, muita falação. Pessoas apareciam ao seu lado aos montes, todos prontos para ajudar os feridos – humanos e animais – e a jovem precisou de alguns instantes para se recompor. Ao respirar fundo e tomar o ambiente sob outra perspectiva, conseguiu ter algum discernimento para identificar qual era o seu vagão. Avistou Natasha e Haruno, e questionou rapidamente qual era a situação para um colega que sabia que era de seu departamento.

    O coração de Sarah batia forte e seus pelos se eriçavam à medida que andava. Podia sentir a mistura das vibrações entre os mundos, as almas que ansiavam em partir e aquelas que lutavam para ficar. Essa agonia a atordoava, fora por isso que deixara de lado o hospital. Era difícil para algumas pessoas aceitar que a vida era um ciclo e que ele chegava ao fim, entender que alguns pacientes já não queriam ser mais curados. E também era difícil para ela tomar algumas decisões. Balançou a cabeça com força para afastar seus pensamentos e respirou fundo para oxigenar e voltar a raciocinar. Não era hora para devaneios.

    Há algum vagão que a gente ainda não saiba qual a situação? – E então apontaram para o vagão mais distante, com paredes destruídas e uma pessoa na porta impedindo que curiosos se aproximem. Sarah imediatamente mostrou eu broche. – Controle de Criaturas Mágicas – falou baixo a sua credencial para conseguir chegar mais perto. Ela deslizou os dedos pelo ferro retorcido e escutou barulhos agonizantes vindos de dentro do local. – Eu preciso entrar! Tem criaturas vivas ali dentro! – A ruiva empunhou sua varinha e se aproximou do grande buraco, provavelmente feito por uma explosão. – Lumus – E entrou cautelosamente à procura de criaturas vivas.


    Ação: entrar no vagão 8 a procura de criaturas.


    INFORMAÇÕES ADICIONAIS:
    INTERAÇÃO: John Maison (NPC) e um NPC na estação | NOTAS: Não é hora de ser azarada, Sarah.
Feitiço: Lumus[dificuldade: 1];
Descrição: Feitiço lanterna, cria um feixe de luz que emana da varinha

Itens Utilizados:

  • Varinha de Azevinho, 22cm, Pena de Fênix, Razoávelmente Flexível

    Usou um Varinha de Azevinho, 22cm, Pena de Fênix, Razoávelmente Flexível.

Imagem
Sarah Scarlett Maison
Colaborador da CIB
Avatar do usuário
Daria Sidorchuk
 
Reg.: 03 de Jun de 2013
Últ.: 24 de Nov de 2020
  • Mensagens: 481
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 4 Pts.
  • 20 Pts.
  • 48 Pts.

Postado Por: Marj.


Re: Wildsmith Bahnhof [Estação Ignatia Wildsmith]

MensagemTaiwan [#207581] por Kris Chen » 30 Set 2020, 01:49

  • 7 Pts.
  • 8 Pts.
  • 12 Pts.
Imagem
02. Don't surrender 不再投降

Havia um fator complicado na personalidade de Kris que poucas pessoas conheciam. Quando a adrenalina subia, sua teimosia poderia superar a de um animal encalhado no lugar, como se seus pés se prendessem a terra. Seu coração estava acelerado e, mesmo que sentisse pequenos pontos pretos em sua visão devido a uma possível queda de pressão causada pela perda de sangue e seu corpo até mesmo tremesse de leve com um certo receio da situação ficar pior, estava ali sendo teimoso e preocupado com as criaturas e Andrej.

Foi no momento em que se perguntava como poderiam solucionar a situação com o enorme occamy que surgiu mais uma pessoa dentro do vagão, abrindo passagem para dentro da cabine. Ele parecia se dirigir ao vampiro para que ele o levasse para fora, para os cuidados médicos, mas como Kris poderia dar as costas para as criaturas lá dentro e deixar o homem sozinho? Mesmo que fosse o mais lógico tirar uma pessoa ferida do caminho, possuía uma resistência lupina e sabia que poderia aguentar um pouco mais. Ao menos o bastante para capturar as pequenas criaturas espalhadas pelo ambiente e tirá-las dali de dentro junto de si.

E-está tudo bem, eu não preciso... muito obrigado. — mesmo seu gaguejar regular de quem tentava falar com um desconhecido parecia um pouco... ainda mais frágil? Talvez realmente precisasse de tratamento médico. Respirou longamente para acalmar-se e conseguir se focar em manter a voz firme o bastante para não parecer alguém mole demais. Era um funcionário da CIB, precisava mostrar-se como o oficial que era e, claro, não poderia deixar as criaturas sozinhas com alguém tão desconhecido para si que sequer sabia o nome ou as motivações para estar ali. Não cometeria tamanha irresponsabilidade! — Tem alguns barulhos estranhos no vagão... você sozinho pode não ser o suficiente para capturar todos. Eu consigo aguentar mais alguns minutos antes de sairmos, só preciso usar meus ouvidos e... que vocês sejam meus braços. — insistiu enquanto mostrava o braço ferido, olhando Andrej com a mesma teimosia no olhar que dizia que não aceitaria um não como resposta. Ou talvez fosse um pedido para que o outro o ajudasse a encontrar as criaturas espalhadas? Ou para que o vampiro ficasse de olho no homem que acabava de se juntar a eles? De toda forma, avançou outra vez pelo vagão com todo o cuidado para procurar quais outras criaturas ainda estavam pelo ambiente. Não mostraria sua dor e se focaria no resgate!

O cheiro de seu próprio sangue poderia atrapalhá-lo, mas ainda era um lobisomem. Ainda podia tentar aproveitar-se de seus sentidos mais avantajados para localizar as pequenas criaturas que ainda precisavam de resgate e monitoramento, levando os outros dois homens até onde essas criaturas estavam. E se tinham algumas gaiolas num estado mais descente após um Reparo, poderiam usá-las também.

Kris Chen é uma das vítimas do acidente e está com ferimentos graves. Mesmo que não esteja correndo riscos de morte (resistência lupina, grazadeus), sofreu uma pancada na cabeça, tendo cortes profundos com sangramentos em um dos braços por estilhaços de vidro e seu pé está torcido.
Ação: tentar localizar as criaturas que faltam ser resgatadas (usando sentidos aguçados de audição e olfato).
Local: Vagão 6.
Feitiço: Reparo[dificuldade: 3];
Descrição: Usado para reparar e reconstruir qualquer objeto que tenha sido quebrado. Dificilmente consegue reparar objetos quebrados por magia. Deve preceder o nome do objeto ao feitiço antes de utilizar. Ex: Óculos Reparo;

Itens Utilizados:

  • Varinha de Sorveira, 29cm, Pelo de Pégasus, Aderente

    Usou um Varinha de Sorveira, 29cm, Pelo de Pégasus, Aderente.

Imagem
Kris Chen
Colaborador da CIB
Avatar do usuário
Aaron Yan
 
Reg.: 04 de Nov de 2019
Últ.: 01 de Nov de 2020
  • Mensagens: 17
  • Nível:
  • Raça: Lobisomen
  • Sexo: Macho

Rolagem dos Dados:
  • 7 Pts.
  • 8 Pts.
  • 12 Pts.

Postado Por: Carol.


Re: Wildsmith Bahnhof [Estação Ignatia Wildsmith]

MensagemInglaterra [#207601] por Élise Park » 30 Set 2020, 22:21

  • 10 Pts.
  • 17 Pts.
  • 42 Pts.
Ela própria parecia não ter usado muito sua própria lógica ao se aproximar daquelas malditas janelas. Imaginava que o contraste entre temperaturas de seu feitiço e o calor do meio de transporte podia ter causado um choque térmico e explodido mesmo aqueles pedaços de vidro contra seus braços que havia usado para tentar defender-se de imediato. Sua falta de expressividade e irritação era apenas substituída por um arquear das sobrancelhas incomodado e uma pequena movimentação de seus lábios. Não podia negar que aquilo ardia bastante e que a melhor ideia seria recuar e cuidar de seus ferimentos, mas isso exigiria deixar para lá as pessoas ali dentro.

Com as janelas já abertas, ao menos não haveria falta de ar para aqueles que estivessem ali dentro e poderia se tornar mais fácil um resgate. Se ao menos parassem de tentar usar água contra óleo nos arredores e conseguissem de fato deter as chamas, teria mais tempo para se focar, mas a potencia exacerbada de focos de incêndios juntos nas proximidades poderia ser um problema. Deixou que suas mãos cuidadosamente tirassem alguns dos fragmentos de vidro não tão aprofundados em sua pele dos braços enquanto voltava a analisar a situação. A porta já não parecia mais fechada, então... ao menos o caminho para tirar as pessoas dali de dentro o quanto antes estava aberto. Não poderia entrar sem antes dar algumas instruções ou imaginava que todos sairiam correndo e poderiam causar um caos.

Por favor, mantenham a calma, o fogo aqui fora está intenso. Vamos entrar para resgatá-los. Se tiverem algum feitiço aquático e mantas, apenas molhem um pouco para colocar por cima de vocês. NÃO usem feitiços aquáticos ao saírem dai de dentro, ou o incêndio aumentará! Peço que os mais habilidosos utilizem vento a uma distância adequada de seus corpos como barreiras, tentando evitar as áreas com chamas ou óleo. — Élise ergueu sua voz com mais firmeza antes de aproveitar a brecha e adentrar ainda empunhando a varinha. Tentou reunir um pequeno grupo, puxando-os para fora do caminho dos mais desesperados, para que ela própria pudesse tirá-los, tentando ignorar o sangue escorrendo pelo seu braço.

Volentus — conjuraria assim que saiu do vagão um outra vez. Tentaria manter sua precisão em feitiços para criar uma barreira de ar que protegesse aqueles que estavam mais próximos de si caso o fogo se aproximasse, mantendo o olhar atento enquanto puxava, mesmo com o braço ardendo ainda mais, as duas pessoas que havia trazido consigo para caminharem juntas para fora. Mesmo que seus braços doessem, Élise faria o máximo possível para resgatar aqueles que ainda estavam dentro do trem. A CIB precisava cuidar de outros bruxos e criaturas acima de qualquer assunto, no final das contas. Bastaria evitar ao máximo se aproximarem de áreas tomadas pelo fogo... ou assim esperava.

Ação: Tentar resgatar pessoas do Vagão 1
Feitiço: Volentus[dificuldade: 14]; [protego: 1];
Descrição: Conjura uma pequena tempestade de vento, com o bruxo bem no centro do olho dela. Para que ela se forme perfeitamente, o executor precisa fazer o movimento circular bem grande acima da cabeça, conforme o vento vai se formando, três voltas para a direita, e uma para a esquerda. Feitiço utilizado para desviar de algumas magias de mesma intensidade ou menores.

Itens Utilizados:

  • Varinha de Ébano, 26cm, Pena de Fênix, Farfalhante

    Usou um Varinha de Ébano, 26cm, Pena de Fênix, Farfalhante.

Spoiler: Mostrar
Imagem
Élise Park
Colaborador da CIB
Avatar do usuário
Chanel Iman
 
Reg.: 23 de Sep de 2018
Últ.: 23 de Nov de 2020
  • Mensagens: 59
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 10 Pts.
  • 17 Pts.
  • 42 Pts.

Postado Por: Carol.


Re: Wildsmith Bahnhof [Estação Ignatia Wildsmith]

MensagemTailandia [#208085] por Kwan Kreepolrerk » 26 Out 2020, 11:15

  • 12 Pts.
  • 8 Pts.
  • 108 Pts.
" Now I will tell you what I've done for you
Fifty thousand tears I've cried
Screaming, deceiving and bleeding for you
And you still won't hear me…"

------------------------------------------------------------


Ele havia aprendido muito desde que fugira da casa de Madame. Aprendera a escrever, a ler e também a socializar de modo mais eficaz. Era apenas um bichinho quando Kris o encontrara no Cabeça de Javali meses atrás. Um bichinho criado para satisfazer os desejos de uma mulher sádica e envolvida em todo tipo de crimes que se possa imaginar. Esse detalhe ele ocultou de Kris. O rapaz que lhe estendera a mão parecia puro demais para se envolver em coisas tão sujas. Era um aliado precioso e tinha um cheiro absurdamente agradável. Ele queria Kris vivo e bem, embora não se importasse tanto assim com o que pudesse acontecer a si próprio.

Até porque ele não sabia ter outra vida que não a de bichinho de estimação. De cão de guarda. Suas tentativas de conseguir um emprego honrado haviam falhado miseravelmente e, quando finalmente pensara que poderia se estabilizar em alguma coisa que não o pusesse às margens da sociedade, o convite caíra em seu colo como que mandado pelos céus. Ou do inferno. Enviado pelo próprio demônio, para ser mais específico. Uma organização composta por pessoas das quais nada se sabia. E nada se poderia saber. Eram contratados para fazer certos “serviços” que mais ninguém além deles poderiam ou arriscariam fazer. O sigilo era imprescindível e, bem, Kwan sabia como fazer para ser discreto. Para matar discretamente. A Madame havia lhe ensinado muito bem aquelas coisas.

Não demorou muito para aceitar o convite para participar daquilo tudo e demorou menos ainda para que recebesse seu primeiro trabalho. Um carregamento de criaturas deveria ser desviado e saqueado. Ele não estava indo sozinho, afinal ainda não confiavam nele ao ponto de permitirem tal luxo. Não sabia nada sobre o rapaz que o acompanhava, mas também não fazia questão de saber. Tudo o que precisavam saber um sobre o outro era o papel que teriam naquilo tudo e isso eles sabiam.

Kwan tinha o costume de se arriscar, de não se importar com o que quer que pudesse acontecer com sua própria vida, logo, ele ficara com a parte mais difícil do plano: causar o acidente. Tinha a resistência lupina ao seu favor e aquilo o impediu de morrer no intento, mas, ainda assim, estava profundamente ferido depois de rolar junto a alguns dos passageiros que estavam no trem durante o descarrilamento. Ninguém havia o visto e isso não o surpreendia. Ninguém nunca o via. Agora que a distração havia sido criada, era a hora de seu companheiro agir e afanar as criaturas das quais precisavam. Kwan só precisava ser mais uma das vítimas e aquela parte do plano estava seguindo exatamente conforme o que esperavam.

A única coisa que o jovem lupino não estava esperando era sentir aquele cheiro.

O cheiro conhecido inundou suas narinas como um soco forte inundaria de dor suas terminações nervosas. Ele não deveria estar ali! Não deveria! Por que não estava em casa ou em qualquer outra missão que não lhe oferecesse risco? Seu aliado próximo não deveria sofrer por conta de seu trabalho! De jeito nenhum! Ergueu-se de forma abrupta, ignorando completamente os avisos da medibruxa que tratava de seus ferimentos no local e seguiu o cheiro como o animal que era, por dentro e por fora.

A cena que encontrou quando chegou a fonte do cheiro fez seu coração dar saltos e parar ao mesmo tempo. Nunca julgou que aquilo seria possível, mas o era. Kris estava ali. Kris estava ferido. Kris precisava ser retirado dali antes que seu parceiro chegasse. Se os outros dois no local se metessem com seu colega de profissão poderiam acabar de um jeito não muito recomendável, mas Kris deveria ser protegido. Kris deveria ser retirado dali. Incarcerous! — Puxou a varinha e imobilizou seu teimoso aliado querido, antes de se aproximar e jogá-lo nas costas. Não ligava para as dores dos próprios ferimentos. Estava com pressa. Com pressa demais. — Não discuta. Você precisa de atendimento médico. — Insistiu, ignorando completamente os outros presentes na cena e tentando sair com Kris dali, no intuito de levá-lo até a medibruxa que outrora estivera cuidando de si. Se tudo desse certo, em breve estariam sentados juntos recebendo juntos os cuidados que suas feridas exigiam.


Ação: Retirar Kris Chen do vagão em que ele se encontra.
Feitiço: Incarcerous[dano: -9]; [dificuldade: 10]; [perde rodada: 2];
Descrição: Feitiço em que cordas são conjuradas e se amarram à pessoa atingida, prendendo a vítima.

Itens Utilizados:

  • Varinha de Cedro Maciço, 32cm, Tentáculo de Kraken, Meio Dura

    Usou um Varinha de Cedro Maciço, 32cm, Tentáculo de Kraken, Meio Dura.

Imagem

Spoiler: Mostrar
Imagem
Kwan Kreepolrerk
Mundo Mágico
Avatar do usuário
Saint Suppapong
 
Reg.: 12 de Jun de 2020
Últ.: 23 de Nov de 2020
  • Mensagens: 6
  • Nível:
  • Raça: Lobisomen
  • Sexo: Macho

Rolagem dos Dados:
  • 12 Pts.
  • 8 Pts.
  • 108 Pts.

Postado Por: Nick/Pinscher.


Re: Wildsmith Bahnhof [Estação Ignatia Wildsmith]

MensagemJapao [#208096] por Haruno Kobayashi » 27 Out 2020, 08:40

  • 20 Pts.
  • 12 Pts.
  • 106 Pts.
Regret message


Se tinha uma coisa que Haruno odiava nessa vida era lidar com pessoas teimosas. Sendo ele mesmo uma pessoa teimosa era de se esperar que também não soubesse lidar consigo mesmo quando frente a situações que o tiravam do sério. Apreciava por demasia a proatividade e senso de dever o rapaz que insistia em ficar ali mesmo estando obviamente sem condições de o estar, mas não era hora para bancar o herói. Quem podia estar ali, deveria estar ali. Quem não podia fazer nada e ainda por cima estava ferido por conta daquela situação deveria fazer o favor de se retirar e não atrapalhar. Será que ele não percebia que poderia vir a se tornar uma distração a mais ao grupo?

O pequeno occami em seu bolso se agitou um pouco, talvez percebendo o sangue de Haruno ferver em suas veias. O vagão estava soltando ruídos estranhos e talvez fosse cair de uma vez ou explodir varrendo tudo e todos dali e isso Haruno não podia permitir. Ainda havia criaturas inocentes ali que não mereciam um fim tão trágico. Onde estaria Hatori em um momento como aquele? Ele era o chefe do setor responsável na CIB, não? Hatori não era irresponsável. Meio cabeça de vento talvez, mas irresponsável não. Haruno tinha certeza que o amigo mais novo tinha uma explicação perfeitamente cabível para sua ausência. De qualquer forma, Natasha, colega de Hatori que dividia o cargo com ele, estava ali e já cuidava do outro vagão. Ele confiava nela. Se estava no cargo era porque era de confiança.

Enquanto seguia até as caixas de onde vinham ruídos de pelúcios, um rapaz quase tão ferido quanto o outro teimoso do local apareceu e calou suas desculpas para ainda estar ali com um feitiço, jogando-o nas costas e se retirando dali de forma tão abrupta quanto aparecera. Haruno olhou a cena com um ponto de interrogação na cabeça e depois olhou para o outro funcionário presente no local como quem perguntava um “Você entendeu alguma coisa?” silencioso. — Enfim... Ele vai receber o tratamento adequado agora. Você, retire essas caixas daqui! Vou tentar tirar esses bezerros daqui antes que o vagão deslize e caia. Não temos tempo! — Instruiu o rapaz que parecia tão mais novo que ele já tomando a direção dos animais grandes que corriam de modo perigoso.

Na tentativa de atrair a atenção de todos eles fez um som com a boca parecido com o que emitiam ao entrar em período fértil. Estava parado na frente da porta do vagão e foi dando passos para trás enquanto repetia o som com a intenção de ser seguido por eles e, assim, retirá-los da zona de risco, ainda que não tivesse garantias de conseguir contê-los do lado de fora, pelo menos não sozinho. Ao menos estariam fora de perigo e Haruno teria um pouco mais de liberdade para seguir o som dos pufosos que ainda estavam perdidos dentro do vagão. Eram criaturinhas pequenas e com toda a certeza dariam um trabalho redobrado ao japonês. Céus! Onde estava Hatori e o restante de sua equipe quando se precisava deles? Ah! Mas Haruno iria lhe dizer poucas e boas quando ele chegasse... Oh, se ia!


Interação com: Andrej Wernfried, Kwan Kreepolrerk e Kris Chen
Ação: Tentar atrair os bezerros corredores para fora do vagão.
Haruno veste isso
ImagemImagem


Spoiler: Mostrar
Imagem
Haruno Kobayashi
Conselheiro da CIB
Avatar do usuário
Panuwat Kerdthongtavee (Ccopter)
 
Reg.: 21 de Dec de 2018
Últ.: 23 de Nov de 2020
  • Mensagens: 72
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 20 Pts.
  • 12 Pts.
  • 106 Pts.

Postado Por: Nick/Pinscher.


Re: Wildsmith Bahnhof [Estação Ignatia Wildsmith]

MensagemCoreia do Sul [#208614] por Hatori Han » 19 Nov 2020, 18:49

  • 8 Pts.
  • 14 Pts.
  • 90 Pts.
Ele estava meio... É... como poderia colocar? Ocupado quando a ligação de Natasha chegou. Seu celular vibrava e ele não estava lá muito afim de atender. Só atendeu quando, de relance, viu ser o número da ruiva. Eles haviam combinado de que ela iria representando o setor de criaturas para o local do baile e ele tiraria a noite de folga. Se ela estava lhe telefonando, alguma coisa tinha dado errado. Muito errado.

E tinha mesmo. Seu coração estava na garganta. Animais muito importantes estavam sendo transportados aquela noite por um trem. E aquele trem, aquele trem em específico, havia descarrilado. — Ok... Estou indo pra aí agora. — Disse à companheira de cargo antes de desligar o celular e correr para vestir um roupão e pantufas. Kyo estava saindo do banheiro na hora e também vestia um roupão. A máscara hidratante cobrindo sua pele facial. Hatori segurou seu braço sem muitas explicações e desaparatou. Aparataram os dois no meio daquele pandemônio que estava a estação ferroviária e só lá ele abriu a boca. — Kyo-chan... A coisa tá séria aqui... Eu vou tentar abrir o ultimo vagão... Tem muito er... assunto de trabalho lá... Você pode ver se tem alguma coisa aqui na qual você possa ajudar? Só... Cuidado pra não te acontecer nada, tá? — Ele falava rápido demais, agia rápido demais e, rápido demais, tascou um selinho no namorado, esquecendo-se totalmente de que não poderia fazer aquilo em público, saindo correndo na direção do vagão de número oito logo depois de sua atitude.

No caminho encontrou com Sarah que tentava entrar no vagão. Ela era do departamento, uma das funcionárias de Hatori. Deve ter se perguntado o que o chefe estava fazendo ali de roupão e pantufas, mas antes que ela pudesse lhe dizer qualquer coisa, ele já foi falando. — Vim literalmente assim que soube, qual a situação? — Não era boa. Nada boa. — Certo. Vamos entrar. Vou atrair os bichos que estiverem aí para fora e você os contem, ok? Use toda ajuda que puder. Em breve mais oficiais devem chegar. — Era essa a esperança que ele tinha. Era nessa esperança que se agarrava. Bombarda! — Utilizou o feitiço explosivo após olhar pela fresta que Sarah tentara utilizar para entrar e se certificar de que não havia nenhuma criatura perigosamente perto. Sua intenção era abrir aquela fresta para criar uma rota de fuga para as criaturas ali que não estivessem presas.


Interação com: Kyo-chan e Sarah Maison ♥

Ação: Tentar criar uma rota de fuga para as criaturas do vagão oito, aumentando uma das fendas causadas pela explosão. (ele se certificou de que não havia nenhuma criatura por perto olhando para dentro pela fresta antes para não machucá-las com o feitiço.)

Hatori veste: Algo assim, mas com estampas do Optimus Prime e pantufas de abelinha.
Feitiço: Bombarda[dano: -12]; [dificuldade: 9]; [confusão: 1];
Descrição: Feitiço que possui efeitos destrutivos, principalmente contra objetos.

Itens Utilizados:

  • Varinha de Sorveira, 31cm, Garra de Quimera, Lisa

    Usou um Varinha de Sorveira, 31cm, Garra de Quimera, Lisa.

Imagem



Spoiler: Mostrar
Imagem
Hatori Han
Special Mundo Mágico
Avatar do usuário
Choi Hyeok Geun
 
Reg.: 08 de May de 2019
Últ.: 23 de Nov de 2020
  • Mensagens: 125
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 8 Pts.
  • 14 Pts.
  • 90 Pts.

Postado Por: Nick/Pinscher.


Re: Wildsmith Bahnhof [Estação Ignatia Wildsmith]

MensagemJapao [#208615] por Hitomi Morita » 19 Nov 2020, 19:51

  • 20 Pts.
  • 20 Pts.
  • 96 Pts.
Atualização 5:
Segue as contas e os resultados dos cálculos para as ações, seguindo o modelo: D1 + Mod P. + Mod Int. + Habs + Habs – Fraqueza = >18

Para achar seu nome mais rápido, só dar Ctrl + F e digitar o nome do personagem ^^
Sim, o que está no spoiler é importante. Só está assim pra diminuir um pouco o tamanho da postagem.


Alex Hernandez – Ação: Vagão 2 – Auxiliar na evacuação dos passageiros: SUCESSO
17 + 4 + 2 + 0 + – 0 = 23

Spoiler: Mostrar
As pessoas que podiam se mexer te ouviram e, vendo que tinham uma saída a disposição pelo local em que você entrou, começaram a evacuar o vagão de forma não muito ordenada.


Sarah Scarlett Maison – Ação: Entrar no vagão oito: SUCESSO
4 + 5 + 5 + 1 + 5 - 1 = 19.

Spoiler: Mostrar
Você conseguiu entrar no vagão pela fresta e, só nisso, alguns pufosos pularam em você em busca de abrigo. Quando você ia adentrar mais afundo o vagão, encontrou seu chefe de roupão e pantufas que lhe pediu para auxiliar na evacuação dos animais pela abertura que ele aumentara no intuito de criar uma rota de fuga para os animais.


Kris Chen – Ação: Tentar localizar as criaturas que ainda são passíveis de resgate. FALHA!
7 + 2 + 4 + 2 + 1 – 1 + 1 + 1 + 1 - 1 = 16

Spoiler: Mostrar
Assim, nem tem muito o que falar, né? O Kwan chegou no meio da ação dele, jogou ele no ombro e saiu dali com ele. Vai lá ser tratado direitinho


Os pacientes KRIS CHEN E KWAN KREEPOLRERK foram levados para o TvH e, a partir desse momento, deverão ser tratados no tópico pertinente aos pacientes do prédio do hospital!



Élise Park – Ação: Tentar resgatar pessoas no vagão 1. SUCESSO!
Até que enfim!
10 + 7 + 3 + 3 + 3 - 1 = 25

Spoiler: Mostrar
Você conseguiu evacuar todos os que não tinham muita habilidade, estes saíram por onde você entrou, enquanto os outros mais corajosos se uniram a você na tentativa de resolver a situação, aumentando o potencial de seu feitiço, uma vez que utilizaram exatamente a mesma magia que você.


Kwan Kreepolrerk – Ação: Retirar Kris Chen do vagão 7. SUCESSO!
12 + 4 + 4 + 2 + 1 - 1 = 21

Spoiler: Mostrar
Você conseguiu prender Kris e levá-lo nas costas até os socorristas que encaminharam tanto ele quanto você para o hospital. Vocês estão muito machucados, meninos! Agradeçam aos deuses por serem lobos! A situação teria sido bem pior...


Os pacientes KRIS CHEN E KWAN KREEPOLRERK foram levados para o TvH e, a partir desse momento, deverão ser tratados no tópico pertinente aos pacientes do prédio do hospital!



Haruno Kobayashi – Ação: tentar atrair os bezerros corredores para fora do vagão sete. SUCESSO AUTOMÁTICO!
20 + 4 + 3 + 5 +1 - 1 = 32

Spoiler: Mostrar
Você conseguiu colocar os bezerros para fora e ainda por cima acalmá-los quando deixaram o vagão. Eles deitaram e dormiram de modo tranquilo esperando o resgate. Mas ainda há caixas lá dentro! Caixas cheias de criaturas precisando de ajuda!



Hatori Han – Ação: criar rotas de fuga para as criaturas no vagão oito. SUCESSO!
8 + 5 + 3 + 3 +2 - 1 = 20

Spoiler: Mostrar
Você conseguiu alargar mais a pequena brecha por onde Sarah havia entrado e, agora, as criaturas que estavam naquele vagão correm para fora em pânico absoluto. Contenha elas com a ajuda dos oficiais antes que a situação fuja do controle!




+1 Foco de Incêndio – Vagão 1



Situação Atual:
Locomotiva
Em chamas!

Foco de Incêndio 1
Foco de Incêndio 2
Foco de Incêndio 3


Vagão 1 – Vagão de Passageiros
Tombado de lado com parte do muro esmagando parte deste. O muro foi reconstruído e não mais oferece perigo.
Portas foram abertas, mas janelas foram quebradas por uma pequena explosão.
Há cerca de 50 pessoas em seu interior.
Foco de Incêndio 1: Causado por Kylie (apagado pelo feitiço coletivo)
Foco de Incêndio 2: Causado por Dragos (apagado pelo feitiço coletivo)
Foco de Incêndio 3: Causado por Maisie (Ainda em voga, o feitiço não conseguiu alcançar este.)

Élise conseguiu evacuar a maioria dos passageiros e agora estão todos unidos em um feitiço de vento muito potente no intuito de apagar os focos de incendio.


Vagão 2 – Vagão de Passageiros
Inclinado com portas emperradas que podem ser abertas uma das portas abertas, logo ‘entrar no vagão’ não é mais uma ação. A partir de agora podem entrar neste vagão e executarem qualquer outra ação em seu interior.
Os passageiros que estão neste vagão estão evacuando a área em pânico e de forma não muito ordenada.
As últimas duas cabines do vagão estão sendo acometidas pelo fogo e há moderada quantidade de fumaça em seu interior
Uma cabine ainda pega fogo, a quantidade de fumaça diminuiu bastante.


Vagão 3 – Vagão de Restaurante
Aiden abriu uma passagem, logo ‘entrar no vagão’ não é mais uma ação. A partir de agora podem entrar neste vagão e executarem qualquer outra ação em seu interior.
Uma fumaça negra está escapando pelas janelas quebradas e as portas se encontram aquecidas e uma claridade laranja está escapando debaixo destas.
O cheiro de gás está evidentemente vindo deste vagão. Agora que a cozinha fora ‘selada’ o cheiro de gás parece ter diminuído drasticamente.
Cerca de 15 passageiros correram para fora do vagão, pisoteando tudo em seu caminho.
Moon conseguiu ser resgatada e agora receberá tratamento no TvH.
Há um seminviso à espreita de Aiden, bem na passagem que ele deverá usar para passar.


Vagão 4 – Vagão de Carga
Algumas portas e paredes destes vagões estão danificadas.
Não se sabe quantas pessoas estão nesses vagões. Há cerca de 7 pessoas nesse vagão. Pôde-se ouvir um grito de socorro vindo de algum lugar não visível entre as cargas.
Foco de Incêndio no vagão 4 O incêndio foi apagado no vagão 4
Há ruídos e uma movimentação estranha vinda desse vagão, indicando algum problema futuro. Seria um novo incêndio? Uma explosão? Ou não seria nada além da dilatação do ferro?
Duas pessoas presas nas ferragens foram encontradas por Ares, mas elas seguem presas. E ele também.


Vagão 5 – Vagão de Carga
Algumas portas e paredes destes vagões estão danificadas.
Não se sabe quantas pessoas estão nesses vagões.


Vagão 6,– Vagões de Transporte
O occami não mais ocupa espaço dentro deste vagão.
Não há fogo no interior deste vagão.
Uma criatura estranha, de corpo peludo, parece ter sido vista saindo deste vagão... mas a mesma desaparecera pela noite quase que imediatamente depois.
Há dois oficiais do Depto. De Controle de Criaturas Mágicas presentes no interior do veículo.
Há ruídos e movimentação estranha vinda deste vagão indicando algum problema não solucionado prestes a eclodir.


Vagão 7 – Vagão de Transporte
Agora Aberto, é possível ver cerca de dez bezerros apaixonados correndo livres por ele, dois escaparam correndo assim que a oficial abriu a porta. (Os bezerros estão, agora, deitadinhos do lado de fora esperando o resgate).
Não há fogo no interior deste vagão.
Algumas caixas de transporte de animais pequenos se encontram tombadas e não é possível ver o estado real dos animais.
É possível ouvir o som de pelúcios vindos de algum lugar.


Vagão 8 – Vagão de Transporte
Aberto por Hatori Han. Há criaturas correndo de dentro deles feito loucas em estado de pânico. Recomenda-se tentar a contensão delas.
As paredes de alguns estão inteiramente destruídas com traços de explosão e arranhaduras.
Imagem

Spoiler: Mostrar
Imagem
Hitomi Morita
Funcionário do Hospital TvH
Avatar do usuário
Mirei Kiritani
 
Reg.: 18 de Sep de 2019
Últ.: 19 de Nov de 2020
  • Mensagens: 35
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 20 Pts.
  • 20 Pts.
  • 96 Pts.

Postado Por: Nick/Pinscher.


AnteriorPróximo

Voltar para Distrito Mágico

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 3 visitantes