Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Diário do Josh - Últimos dias antes da escola. Joshua P. A. Nolan 633 17/01/2019 às 14:12:01
Chegada à Durmstrang Mihail Weylin 665 22/11/2018 às 21:19:24
É LUFA - LUFA!! Venus F. Rossa 1127 08/09/2018 às 21:24:13
Indo para Hogwarts! Venus F. Rossa 872 08/09/2018 às 21:20:17
A súcubo do Apocalipse Lilith Ambrew 866 08/09/2018 às 12:11:11

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Parque Legoland Windsor

Moderadores: Chefes de Departamento, Ministério da Magia, Special Ministério da Magia

Re: Parque Legoland Windsor

MensagemReino Unido [#181234] por Wendy Bloom » 11 Nov 2017, 22:41

  • 1 Pts.
  • 15 Pts.
  • 67 Pts.
                O Logan de agora, é bem diferente do que era no início do relacionamento dos dois e isso era algo que deixava Wendy bem mais feliz. O idiota que se achava o dono do mundo, fora trocado por um rapaz gentil e carinhoso, que fazia a inglesa perder o ar muitas vezes. Mesmo que não falasse, a garota gostava da maneira respeitosa que o americano a tratava, principalmente com os beijos na testa, independente do lugar em que eles se encontravam. Era uma das coisas que Bloom mais gostava, pois, além de ser um ato carinhoso, também era delicado, que deixava claro o quão humano Logan podia ser. As primeiras vezes em que isso aconteceu, deixaram nossa protagonista sem saber como reagir, porém, com o passar do tempo, conforme a sintonia de ambos crescia, ela aprendeu a lidar com as emoções que aquele pequeno gesto lhe causava. Wendy gostava tanto daquilo, que a foto favorita que ela tinha dos dois juntos, era uma reprodução desse beijo, alguns dias após o primeiro beijo de ambos. Ninguém sabia da existência dessa foto, exatamente porque ela a guardava dentro de uma agenda rosada, com outros detalhes íntimos da inglesa que não vem ao caso agora, que ela guardava tão cuidadosamente na esperança de que ficasse em segredo por um longe período. De toda forma, assim que os poucos segundos de 'bobeira' passaram, deixou que Logan a guiasse pelo parque, voltando a sentir a animação de uma criança na noite de natal.

                "Será que não seria melhor ver o mapa? Assim não ficamos caçando as coisas." Ofereceu, buscando em volta algum ponto que tivesse um mapa do parque ou até mesmo aqueles pontos de informações. Wendy chegou a buscar informações antes de vir para o parque, porém, como Logan disse, o local sofrera mudanças e por conta da agitação, acabou deixando em casa o mapa montado com tanto carinho. Durante suas pesquisas, ela criou interesse pelo pedaço do parque com temática de piratas, que a fizera imaginar mil coisas diferentes. "Eu queria ir na parte dos piratas. Vi algumas fotos e tem muitos lugares para tirarmos fotos." A inglesa falou quase baixinho demais, com certa vergonha. Conforme andavam pelo parque, viram um painel grande com o mapa do parque, de modo que ela apontou na direção em que estava a atração que ela queria. Por ser uma coisa mais voltada para o mundo trouxa, Wendy quase não conhecia essa parte da história, de modo que era natural a curiosidade lhe dominar. Mesmo que sentisse vergonha de pedir as coisas para o namorado, a ansiedade falava mais alto que o auto controle, causando um pequeno ataque de timidez, com bochechas coradas e sorriso tímido. Por mais que Logan falasse que não precisava ficar daquele jeito, Wendy não conseguia controlar, porque sempre fizera parte de sua natureza ser uma pessoa tímida.

                "De acordo com o mapa, temos que ir até Miniland e virar a esquerda!" Explicou acompanhando o mapa com o dedo, olhando para o Logan em seguida. O americano sempre causava um pequeno ataque cardíaco em Wendy, principalmente quando o azul daqueles olhos a encaravam tão intensamente. Ela ainda não entendia como o rapaz tinha se apaixonado por ela, principalmente porque ele era bem conhecido graças ao quadribol, o que deixava milhares de mulheres atrás dele. Não que a inglesa fosse ciumenta, longe disso, ela confiava no namorado sem qualquer pedacinho de desconfiança, porém, não via motivos para ter o amor dele para si. Com o sinal positivo do mais velho, eles começaram a andar pelo parque, em direção ao planeta pirata e, com o tempo tão agradável, a ruiva percebeu que aquilo era um encontro bem diferente do normal.

                "Papai nunca me deixou vir em parques de diversão, então se formos numa daquelas coisas com um barquinho rápido, não esqueça de cobrir as orelhas, tá?" Ela não sabia o nome, porém, o objeto rápido que Wendy nomeou de barquinhos, era na realidade, os carrinhos de uma montanha russa. Não, ela não estava dando alguma indireta para o namorado, como muitos poderiam pensar, apenas comentava algo para poder puxar assunto com o rapaz e também falar um pouco sobre sua infância e adolescência. Quem tinha uma amizade pouco mais próxima de Wendy, sabia que ela nunca conheceu o mundo trouxa e, qualquer coisa que pudesse ter uma ligação com esse mundo, era totalmente proibido para a menina, graças a postura dura de seu pai. "O que é aquela coisa rosada? Que parece uma nuvem em um palito, Logs?"
Imagem
Wendy Bloom
Mundo Mágico
Avatar do usuário
 
Reg.: 19 de Jan de 2017
Últ.: 12 de Jan de 2019
  • Mensagens: 26
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 1 Pts.
  • 15 Pts.
  • 67 Pts.

Postado Por: Niica.


Re: Parque Legoland Windsor

MensagemEstados Unidos [#181514] por Logan Wolters » 27 Nov 2017, 15:21

  • 7 Pts.
  • 14 Pts.
  • 40 Pts.
– Quando entramos no parque Legoland, Wendy começou a procurar por informações, eu tratei de segui-la e é claro, observar aquele belo sorriso. – Respira, amor ou você vai ter um treco com tanta empolgação. – Comentei sorrindo e me aproximando para lhe dar um beijo na testa. – Só espero que ninguém venha pedir autografo. – Comentei mais para mim mesmo do que para minha namorada, já que a mesma estava olhando um mapa de todo o parque, localizado em uma área se informações. Olhei para o painel, elevando uma sobrancelha, muita coisa tinha mudado desde a ultima vez que estive ali, mas mesmo assim dava para me situar. – Essa parte não mudou, podemos ir sim, mas não se afaste de mim. – Dei uma piscadela para minha bela namorada e então continuamos a caminhada, seguindo pela rua principal do lugar, passando por algumas atrações. Tentei manter a descrição e orientei Wendy para que não saísse de perto, pois se algo acontecesse, o pai dela poderia reclamar e não quero ter dor de cabeça.

O planeta pirata não ficava muito distante de onde estávamos, só precisávamos caminhar um pouco, o que não era nenhum sacrifício dada a companheira ao meu lado. Continuamos a trajetória até que ela me questionou sobre um doce que uma criança estava carregando mais a frente. – Algodão doce, o gosto é muito açucarado no meu ponto de vista, mas acho que talvez você goste, podemos comprar um..... Vem comigo. – Tomei a frente, sabia onde estava o vendedor de algodão graças ao painel, só tínhamos que mudar o trajeto um pouco antes de entrar na parte dos piratas. – Olá, um algodão para a moça, por favor. – Pedi educadamente. O vendedor era um homem de meia idade, usava as roupas de funcionário do local, com aquela pegada colorida, mas parecia gentil e então prontamente atendeu ao meu pedido, entregando um algodão para Wendy.

Enquanto retirava o dinheiro da carteira, percebi que ele também vendia balões com diversos formatos. – Quanto custa um desses? – Apontei para um que tinha o formato de coração. O vendedor me respondeu e questionou se eu gostaria de levar um. – Sim, obrigado... Aqui está o seu dinheiro. – Fiz o pagamento e entreguei o balão para Wendy, que estava com os olhos brilhando de tanta felicidade. Nosso relacionamento ainda estava no começo, mas já pude conhece-la o suficientemente bem para saber que Wendy gostaria do balão em formato de coração. – O que eu não faço por esse sorriso... – Me aproximei e dessa vez o beijo foi na boca, nada longo ou exagerado já que estávamos em local publico e diferente do meu antigo eu, não gosto de chamar atenção fora do trabalho.

Voltamos a nossa caminhada, aceitei um pouco de algodão quando Wendy me ofereceu, colocando um pedaço na minha boca. – Com licença, você é o Logan Wolters né? – A voz veio de um garoto de aproximadamente dez anos, ele estava parado a uma curta distancia de onde estávamos, pela direita e me olhava como se eu fosse uma pedra preciosa. – Sim... Por que? – Continuei caminhando, mas o menino tratou de nos acompanhar. – O senhor poderia autografar minha figurinha? – Olhei para Wendy sorrindo e revirando os olhos, como era um garotinho e de certa forma até bem educado, acabei me comportando e decidi não ralhar com ele. – Ok, mas você precisa me arrumar uma caneta e não contar para ninguém que me viu aqui, ao menos enquanto eu estiver no parque, temos um acordo? – Estendi a mão para o menino, esse por sua vez retribuiu o cumprimento de forma bem animada, depois me entregou a figurinha e uma caneta. – Amo canetas, são bem praticas, aprendi a usa-la na Ásia, os trouxas inventam cada coisa legal. – Comentei enquanto assinava meu nome e depois entregando a figurinha e a caneta para ele. O menino agradeceu e saiu correndo bem animado. – Agora, onde estávamos? – Voltei minha atenção para Wendy, a olhando apaixonado. –
Imagem
Logan Wolters
Mundo Mágico
Avatar do usuário
 
Reg.: 24 de Apr de 2017
Últ.: 07 de Sep de 2018
  • Mensagens: 6
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 7 Pts.
  • 14 Pts.
  • 40 Pts.

Postado Por: Rent.


Re: Parque Legoland Windsor

MensagemReino Unido [#181572] por Wendy Bloom » 30 Nov 2017, 12:09

  • 15 Pts.
  • 10 Pts.
  • 26 Pts.
Em alguns momentos, Wendy realmente parecia ser mais nova do que seus dezenove anos, lembrando mais uma criança curiosa do que uma recém mulher. Seu jeito curioso e meigo também ajudava para que todos pensassem que ela era mais nova, assim como muitos não a levavam a sério devido a esse pequeno fator. Porém, para a inglesa, isso nunca foi um problema, afinal de contas, a alegria era algo que existia dentro do coração da antiga filha de Salazar. Seus olhos, atentos a detalhes, encontraram o algodão doce e, quando seu namorado lhe explicou o que era, sua boca salivou um pouco. Wendy era uma formiga, sempre apaixonada por coisas doces, de modo que, ao citar acuçar em sua frase, Logan conseguiu ativar um lado da inglesa que ainda não conhecia (devido ao tempo de namoro dos dois). Quase saltitante, a protagonista seguiu Wolters, sentindo outro pedaço de ansiedade lhe preencher. Mesmo que Bloom tentasse, não conseguiria evitar sentir-se como uma criança na noite de Natal. Eram novidades demais ao seu redor, de modo que, ela não sabia aonde ir, o que fazer ou para onde olhar. Logan que tomasse cuidado, ou precisaria anunciar que perdera a namorada em meio ao parque de diversões.

Os olhos da ruivinha brilharam feito diamantes assim que a 'nuvem' colorida surgiu diante de seus olhos. As vestes do senhorzinho educado foram deixadas de lado e nem mesmo o colorido delas foi capaz de receber atenção da inglesa. Por alguns instantes, enquanto suas mãos seguravam de forma firme o cabinho do doce açucarado, tudo a sua volta sumiu e, assim que deu a primeira mordida, seus olhos se fecharam em puro êxtase. Nunca experimentou algo tão delicioso e diferente quanto aquele pedaço de doçura em sua vida, de modo que, se antes já estava animada, com aquela dose de glicose em suas veias, ficou ainda pior. Quando Logan veio com o balão em formato de coração, os olhos da inglesa se encheram de lágrimas, mas não de tristeza, pelo contrário. Wendy estava carregada de felicidades e, com cuidado, enrolou a fitinha do balão em seus dedos, olhando para ele totalmente encantada. "Você tá deixando tudo incrível, Logs!" A voz carregada de emoção saiu baixa, mas o suficiente para que o americano pudesse ouvir. O beijo oferecido foi retribuído e, quando esse acabou, levou o algodão doce em seus lábios, mordendo mais um pedaço do doce colorido.

Durante a caminhada que iniciaram, um fã do americano surgiu, não devia ter mais do que dez anos de idade, o que fez Wendy voltar a realidade. De alguma maneira, Bloom sempre se esquecia que o homem que namorada, era um jogador conhecido de quadribol, de modo que, além de muitos fãs, muitas mulheres também caíam em cima dele. Porém, ela não sentia ciumes ou via problemas nisso, de modo que, já sabendo como Wolters poderia reagir, abriu o maior de seus sorrisos, incentivando que ele desse um pouco de atenção para o pequeno garoto. A criança parecia tão hipnotizada pela figura de Logan, que Wendy imaginou que ela faria qualquer coisa que o namorado pedisse, apenas pela felicidade de ter conversado com o ídolo. Bloom ficou apenas observando aquela cena, imaginando quão bom seria Logan como pai, afinal de contas, ele sabia como contornar as situações na presença da inglesa. Enquanto esperava o garotinho ter um desejo realizado, comeu mais alguns pedaços do doce, lambuzando um pouco o rosto no processo, mas nada muito alarmante. Não levou muito tempo e logo o casal apaixonado se olhava como dois bobos que eram, deixando o resto do parque esquecido.

"Estávamos indo para a parte mais legal do parque." Respondeu a garota animada, depositando um beijo na bochecha de seu namorado, antes de deixá-lo guiar o caminho, de mãos dadas. Tudo estava indo lindamente, como um casal de namorados comum, com seus mimos e romantismo, porém, nem tudo era como Wendy desejava, afinal de contas, animação em exagero poderia resultar num problema, assim como Logan informara anteriormente. Em meio aos movimentos de sua mão, no momento de comer mais um pedacinho da nuvem colorida, o cordão que segurava em meio aos dedos, acabou escapando dos dedos da inglesa, fazendo a bexiga começar a subir, em direção ao céus. Numa tentativa de pegar o cordão fujão, Wendy saltou, porém, não alto o suficiente para conseguir evitar que o balão fosse embora, mas isso não foi realmente o problema daquele dia. Na hora que a inglesa caiu, acabou virando o pé em seu pouso, fazendo-a cair no chão, com um pequeno gemido de dor. Naquele instante, o algodão doce voou para longe e, além do tornozelo torcido, teve alguns arranhões em suas pernas e mãos.

"Ai droga... Sou desastrada demais!" Falou para Logan, olhando para o próprio tornozelo, vendo o inchado surgir, que mais tarde dificultaria o movimento do membro. "Eu estou bem.. mas está doendo bastante." Confessou para o americano, segurando a vontade de chorar, tentando se manter forte na frente do namorado. Claro que o choro não era somente pelo machucado, afinal de contas, Wendy lidava com coisas piores diariamente no hospital. A tristeza também lhe invadiu por conta do passeio que tinha iniciado e que sem dúvidas terminaria cedo demais. Wolters, como o namorado atencioso que era, pegou Wendy no colo, deixando nossa protagonista com as bochechas coradas e com a timidez a tona. Mesmo que o namoro tenha um tempo razoável, a aproximação do corpo do americano, era uma coisa que sempre deixava a inglesa sem graça, exatamente por nunca saber o que fazer. O lado bom disso, foi que por alguns instantes ela esqueceu da dor. "Desculpa por isso.. Queria ser menos desastrada."
Imagem
Wendy Bloom
Mundo Mágico
Avatar do usuário
 
Reg.: 19 de Jan de 2017
Últ.: 12 de Jan de 2019
  • Mensagens: 26
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 15 Pts.
  • 10 Pts.
  • 26 Pts.

Postado Por: Niica.


Re: Parque Legoland Windsor

MensagemEstados Unidos [#188692] por Taylor Adams » 10 Jan 2019, 15:31

  • 13 Pts.
  • 7 Pts.
  • 19 Pts.
– Nós estamos de férias, não acha que deveríamos estar fazendo algo mais interessante? – perguntou para a prima, que simplesmente não largava aquela porcaria de celular. Aquela era uma viagem em família, mas graças à idade, podiam simplesmente sair se aventurando pela cidade, algo que não estavam fazendo já que Spencer estava muito entretida em seu próprio mundo.– Eu estou fazendo algo interessante, avaliando um monte de caras e tentando marcar um encontro com um gato. Já que estamos tão longe de casa, por que não arrumar um amor de verão? – falou, abrindo um sorriso, desviando o olhar da tela por não mais do que três segundos. – É o que? – questionou, parte por não entendido exatamente o que diabos estava fazendo, parte por estar chocada com a informação. – Vai me dizer que você nunca teve uma conta no Tinder? – a morena indagou, gerando em Taylor mais uma expressão de confusão. – Tinder? Não tenho ideia do que é isso. – afirmou, ainda mantendo uma sobrancelha erguida. – Bem, acho que isso explica muita coisa. – respondeu, com um sorriso maldoso, que só foi compreendido pela ruiva alguns instantes depois.

– EEEEEI! – reclamou, aproveitando para jogar um travesseiro em Spencer. – Isso não explica nada, só não faz o meu estilo. – disse, mexendo os ombros. Ainda não sabia exatamente o conceito da coisa, mas pela explicação de antes, já tinha certeza que Tinder não era para ela. – Ok, ok. Me empresta seu celular, por favor. – pediu, sem esperar exatamente uma resposta antes de simplesmente pegar o aparelho. Considerando que o padrasto de Taylor era trouxa, bem como todo sua família (incluindo Spencer), era normal que a ruiva tivesse um celular, mas isso não significava que ela teria uma série de aplicativos e etc, pelo contrário, tinha apenas alguns de comunicação (que sempre a obrigavam a explicar que não acompanhava muito bem porque o sinal não pegava no colégio interno onde estudava, assim como era proibido usar tecnologia, já que segundo as rígidas coordenadoras, isso atrapalhava o aprendizado), alguns jogos, principalmente de pokemon, yu-gi-oh, e demais coisas nerds que todos sabem que a americana curte e só. Ou seja, não se importou quando a morena criticou o que tinha, apenas deu de ombros mais uma vez.

– Agora sim posso explicar apropriadamente. – Spencer falou, se aproximando com o celular de Taylor em mãos. – É um aplicativo de relacionamento, onde as pessoas ao redor que também tem Tinder vão aparecer pra você. Você coloca suas preferências, tipo homem, de 17 a 30 anos... – disse, mostrando as configurações enquanto isso. – Espera, 30 não é muita coisa? – questionou, afinal, muitos de seus professores eram mais novos do que isso. – Ok, colocarei 28 e isso é indiscutível. Confie em mim, eu tenho experiência o suficiente para dizer que garotos da nossa idade são retardados e imaturos, ainda mais nesse tipo de aplicativo. – afirmou, com uma seriedade que realmente tornou aquilo inquestionável. – Depois disso, todos os que se enquadrarem, em teoria, nas suas preferências vão aparecer pra você e aí você decide se dá um like ou se descarta. Por exemplo, olha esse gato do Dimitri aqui. – continuou, abrindo um sorriso maroto ao passar as fotos do tal homem. – 26 anos, não é tão mais velho assim, é gostoso, parece ser maturo. E aposto que é gente boa. Ou seja, você vai curtir essa beleza, não é mesmo? – indagou, já preparando o dedo para arrastar a foto para o lado direito.

– Acho que não tenho outra escolha, não é? – respondeu após ponderar por alguns instantes, logo vendo a tela mudar, abrindo espaço para um grande “match”. – Isso quer dizer que ele te curtiu de volta! E tenho certeza que ele é apenas o primeiro, seu perfil está quase tão bom quanto o meu! De nada, inclusive. – a outra disse, gerando na ruiva um olhar desconfiado. – O que você colocou no meu perfil? – questionou, não podendo deixar de sentir certo medo pela resposta que estava por vir. Assim que viu, no entanto, não conseguiu conter a risada. A primeira foto já era uma sua usando um boné de Eevee e em sua descrição, a frase “gotta catch then all”. As demais imagens até eram normais, mas nada iria superar a primeira mesmo. – O que foi? Eu dei meu melhor com o que tinha. Você já deu uma olhada nas fotos que tem no seu celular? É complicado. Mas de qualquer forma, isso ficou bem sua cara. – justificou, realmente não percebendo que aquela frase especificamente em um aplicativo de relacionamentos jamais seria a mais adequada. – Nada, eu só teria escrito de uma forma diferente, pra ficar certo. – disse, ainda tendo que segurar a risada.

– Mas então, continuando, agora vocês podem conversar. – falou, já pegando o celular de Taylor para enviar a primeira mensagem. E bem, esse contato, tanto por parte de Spencer, quanto da própria ruiva (que em determinado momento decidiu que talvez não fosse uma ideia tão boa assim deixar a prima se passar por ela, não depois daquele perfil), acabou rendendo. Conversaram não apenas aquele dia, mas também em algumas outras ocasiões, até que surgiu a sugestão de se encontrarem pessoalmente. – E agora? – perguntou para Spencer assim que viu aquela mensagem, afinal, a outra que era a experiente naquele negócio. – Ok, tem que ser em um lugar movimentado, afinal, vai que ele é um cara mal-intencionado, que estava se passando por outra pessoa e etc. – comentou, fazendo os olhos de Adams se arregalarem. – Que? – foi a única coisa que conseguiu dizer, inclusive. – Mas relaxa, estou com um pressentimento bom sobre esse cara, ele não parece ser stalker, bizarro, nem nada do tipo. Além disso, eu também estarei lá infiltrada para garantir que tudo vai dar certo. – disse, embora aquilo não fosse completamente tranquilizador. Com essa história toda, acabou que o lugar escolhido foi o parque Legoland, um ambiente que certamente não seria a escolha de 90% das pessoas normais.

Para aquela ocasião, tinha se vestido de maneira normal, sem exageros, até porque basicamente só estava indo para aquele encontro porque Spencer estava enchendo o seu saco absurdamente. Isso sem contar que Dimitri parecia ser uma pessoa gente boa, então não seria de todo ruim. Explicar para os pais que estavam indo para o parque era fácil, até mesmo porque era uma atração de família, então logo conseguiram a autorização para irem sozinhas, ainda mais porque tinham idade o suficiente e tinha o fator de Taylor ser uma bruxa, já com autorização para usar magia fora da escola, então no pior dos casos, poderia se virar (mas claro que essa parte apenas sua mãe e seu padrasto sabiam). Então, após um Uber qualquer, as duas já se encontravam no Legoland, onde decidiram que deveriam “se separar”, a ruiva seguindo mais a frente, a morena mais atrás, fazendo algumas coisas aleatórias que não deixassem tão na cara que estava simplesmente indo atrás da prima quase como uma vigilante. Sem desvios, seguiu diretamente para a parte de escultura dos famosos, já que talvez ela fosse um pouco mais divertida do que todo o resto. E lá ficou, parada ao lado da rainha Elizabeth, desviando a atenção entre seu rosto “quadrado”, todo mundo que aparecia por ali perto e a prima (claro que discretamente), isso até que um ser loiro levemente familiar apareceu em seu campo de visão.

– Olá. – cumprimentou enquanto ele se aproximava, notando que suas fotos realmente pareciam bem fiéis, retratando bem a sua beleza. Agora o que dizer depois daquilo que era um mistério, afinal, não era o ser mais acostumado a passar por aquele tipo de situação. E enquanto ele continuava caminhando em sua direção, lhe ocorreu uma dúvida ainda mais cruel, como complementar aquele cumprimento? Deveria dar um abraço, fazer a clássica troca de beijinhos na bochecha, só acenar, fingir que só o “olá” tinha sido o suficiente e passar para um “tudo bem?”? Ou talvez devesse só ficar parada e deixar para ele resolver aquele problema, que foi o que basicamente fez, mas pelo menos sustentando um sorriso no rosto para não parecer tão retardada.


ENCONTRO ÀS CEGAS DO TINDER ZONKOS
Imagem
Taylor Adams
Monitor Chefe Beauxbatons
Avatar do usuário
Karol Queiroz
 
Reg.: 02 de Feb de 2016
Últ.: 22 de Mar de 2019
  • Mensagens: 149
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 13 Pts.
  • 7 Pts.
  • 19 Pts.

Postado Por: Mary.


Anterior

Voltar para Grã-Bretanha

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante