Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Diário do Josh - Últimos dias antes da escola. Joshua P. A. Nolan 3255 17/01/2019 às 11:12:01
Chegada à Durmstrang Mihail Weylin 2724 22/11/2018 às 18:19:24
É LUFA - LUFA!! Oh Ha Na 3814 08/09/2018 às 18:24:13
Indo para Hogwarts! Oh Ha Na 2916 08/09/2018 às 18:20:17
A súcubo do Apocalipse Lilith Ambrew 2846 08/09/2018 às 09:11:11

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Loja de Caldeirões

Moderadores: Chefes de Departamento, Confederação Internacional dos Bruxos, Ministério da Magia, Special Ministério da Magia

Loja de Caldeirões

MensagemReino Unido [#99453] por Duque de Paus » 17 Abr 2012, 00:32

  • 4 Pts.
  • 16 Pts.
  • 55 Pts.
Imagem


Precisa de um caldeirão? De qualquer tamanho ou estilo? Pode ser Cobre, Latão, Estanho ou Prata? Precisa que seja Automexediço, ou que você faça com que seus ingredientes não sejam desperdiçados? Dobrável ou mais forte que qualquer temperatura? Veio então ao lugar certo.
Localizada logo no começo do Beco Diagonal, a loja é perfeita se você for para Hogwarts ou está pensando em fazer alguma poção em grande quantidade. Entre e fique a vontade! Aqui você vai encontrar mais do que imagina, e exatamente o que precisa; onde poderá encontrar tanto pessoas carregando caldeirões e conversando com um dos vendedores - que parecem terem decorado muito bem todas as funções dos caldeirões da loja - como negociando com outros empregados os preços, enquanto escutam comparações inimagináveis e diferenciadas de cada caldeirão.
Se precisa de um caldeirão, visite a loja. Os vendedores estarão prontos para receber suas exigências. E se estiver meio perdido chame por Claus, ele com certeza te ajudará, é o vendedor mais experiente daqui.
Duque de Paus
Mundo Mágico
Avatar do usuário
 
Reg.: 23 de Oct de 2013
Últ.: 04 de Apr de 2015
  • Mensagens: 21
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 4 Pts.
  • 16 Pts.
  • 55 Pts.

Postado Por: Ministério da Magia.


Re: Loja de Caldeirões

MensagemReino Unido [#136048] por Noah Hargreeves » 14 Jul 2014, 21:10

  • 7 Pts.
  • 4 Pts.
  • 6 Pts.
    Os meninos já não estavam aguentando mais andar, e já não estavam aguentando mais ser obrigados a suportar Ambre durante o dia todo, porém a menina parecia que nunca estava satisfeita com a quantidade de compras que já fizera, e sempre queria fazer mais e mais. Parecia que eles já haviam rodado todos os locais possíveis do beco diagonal, mas pelo visto a cada momento Ambre conseguia encontrar algum novo em que ainda não tivessem sido obrigados a entrar. Por fim, ela acabou encontrando uma loja que parecia ser especializada apenas em caldeirões, e eles tiveram que encaminhar-se atrás dela pra dentro da referida loja, onde ela foi prontamente falar com o vendedor e mostrar-lhe o caldeirão com o qual não ficara satisfeita, esperando que ele pudesse ter um melhor pra lhe oferecer. –Mas é claro menina. Você deveria ter vindo aqui logo de cara ao invés de perder seu tempo com o pessoal daquela outra loja. Aqui sim nós temos caldeirões de qualidade pra belas senhoritas começando o primeiro ano em Hogwarts, não como as porcarias que eles vendem por lá.– Disse o vendedor, um senhor gordo de bigodes deveras entusiasmado sobre seus caldeirões. Enquanto ele mostrava pra menina algumas outras opções, os três meninos foram postar-se a um canto.


    -Então quer dizer que a sua mãe se casou mesmo de novo, Rique? Você ainda não havia me contado isso. Eu vi o meu irmão Lucius conversando algo a respeito com o Lucien, mas não prestei muita atenção. Você já conheceu o novo marido dela?– Perguntou Reyes, tentando puxar assunto. –Não, e nem quero.– Foi tudo que Henrique respondeu, cruzando os braços e deixando claro que não queria falar sobre aquilo. Dean e o outro trocaram um olhar significativo, mas não tentaram insistir no assunto. –E quanto a você, Dean? Como está se adaptando com a Brienne e o Graham?– Perguntou o outro, tentando deixar o papo mais leve. Dean franziu a sobrancelha. –Eu não sei bem... Ainda não pude conhecê-los muito. Eles ficaram sumidos por um tempo também, e só agora fui mesmo morar com eles. Mas são melhores que os antigos, isso eu posso dizer.– E deu de ombros, encerrando assim a conversa.


    Logo Ambre terminara de fazer suas novas compras, e voltava toda saltitante com seu mais recente caldeirão. –Acho que agora finalmente compramos tudo. Já estou pronta pra voltar pra casa.– Disse ela, pra felicidade extrema dos três garotos ali presentes, que mal viam a hora de se livrar dela. –Ótimo, vamos sair daqui então e ver como a levaremos até seus pais.– Disse Reyes, alegremente encaminhando-se para fora da loja na companhia dos demais.
Imagem
Noah Hargreeves
6° Ano Mélusine
Avatar do usuário
 
Reg.: 09 de Feb de 2012
Últ.: 29 de Sep de 2019
  • Mensagens: 424
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 7 Pts.
  • 4 Pts.
  • 6 Pts.

Postado Por: .


Re: Loja de Caldeirões

MensagemBelgica [#156293] por Gaheris Hazard » 31 Jan 2016, 18:00

  • 6 Pts.
  • 18 Pts.
  • 18 Pts.
Após sair da loja de artigos mágicos, ficou realmente feliz de ter depositado os itens de sua compra anterior em seu quarto no Caldeirão Furado, já que estava começando a ficar mais difícil carregar eles, já que deixara os itens maiores para o final. Acabou se arrependendo de não ter pensado direito na ordem. Se fosse para a loja de caldeirões primeiro, ele conseguiria carregar tudo entro dele, mas acabara deixando a loja especializada em recipientes e preparo de poções para o final.

Gringotts
Florean Fotescue’s
- Madame Malkin’s
- Empório das Corujas
- Floreios e Borrões
- Artigos Mágicos
- Loja de Caldeirões
- Slug & Jiggers' Apotecário


Gaheris colocou as comprar no chão e riscou o nome da loja de artigos mágicos de sua lista. A próxima era a loja de caldeirões, para onde se dirigiu. Chegando lá, parou diante da prateleira com os caldeirões e ficou indeciso sobre qual comprar, afinal, apesar de se tratar de meros caldeirões, o varejo bruxo tinha opções de metais diferentes que compunham sua estrutura, assim como cores e tamanhos diferentes.

– Não vou levar o de outro, acho coisas ouradas muito cara de rapper de filme americano com cara de drogadas.... – logo, a opção do caldeirão de ouro foi descartada pelo corvino, restando os caldeirões de prata, estanho e bronze. - O de prata eu não vou levar porque é a segunda cor da sonserina... vou ficar com o de bronze então que é a cor a Corvinal! E já era! – dito isto, ele ergueu-se na ponta dos pés, de forma que a ponta de seu dedo indicador conseguia alcançar a borda do caldeirão e tombá-lo, para que na queda ela conseguisse apanhá-lo. Assim como fizera nas outras vezes, por todas as lojas que passara, o garoto foi em direção ao caixa, onde foi muito bem atendido pelo funcionário da loja.

- Ah sim! Vou precisar de um conjunto de facas novo também. Você inclui na conta, por favor? – as facas foram acrescentadas, aumentando um pouco a quantia de galeões que seriam gastas na loja de caldeirões. Assim que pagou pelos produtos, Gaheris agradeceu ao atendente e deu-lhe as costas, saindo da loja para ir em direção ao seu último destino de compras programado.
Gaheris Hazard
2° Ano Ravenclaw
Avatar do usuário
 
Reg.: 13 de Jul de 2014
Últ.: 01 de Jun de 2019
  • Mensagens: 95
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 6 Pts.
  • 18 Pts.
  • 18 Pts.

Postado Por: Alt.


Re: Loja de Caldeirões

MensagemRussia [#156324] por Sasha Yuriev » 31 Jan 2016, 18:44

  • 5 Pts.
  • 19 Pts.
  • 8 Pts.
E eu fui deixado em uma missão a meu bel prazer. Entendia que mamãe deveria ter bastante o que fazer, logo a deixei para que tratasse de seus próprios assuntos. Tudo o que eu tinha de fazer era, bem, estar as quatro horas da tarde da loja da Madame Malkin's, com o intuito provar casacos e mais casacos para evitar que minha brancura realmente virasse neve na Rússia e eu fosse inteiramente congelado. Caminhava a passos largos e bem preguiçosos, arrastando os olhos com igual interesse pelas lojas que jaziam dispostas no Beco Diagonal.

Um sorriso quase nostálgico me atacou os lábios e eu suspirei um pouco. Era engraçado uma criança como eu sentir nostalgia, mas eu a sentia... Embora não compreendece de todo aquele sentimento, eu sabia sim que o mesmo existia, assim como entendia que ele aparecia toda vez que algo muito marcante me chamava a atenção. Veja o beco, por exemplo. Fora o hospital, esse aqui tinha sido meu primeiro real contato com a magia. Foi aqui que viemos a fim de comprar minha primeira varinha, e aqui tambem que passamos um bom tempo antes de as aulas começarem.

Em outras palavras, esse lugar aqui basicamente marcava minha iniciação nesse mundo peculiar ao qual eu pertencia. Lojas de objetos estranhos, como a loja de relógios que eu acabara de visitar. Uma alfaiataria, tudo... Absolutamente tudo naquele lugar era extremamente (e realmente) mágico em todos os sentidos da palavra. Parei junto de uma loja, como as outras, um tanto esquisita e com o a vontade de explorar cada centímetro do Beco antes de realmente ir embora eu entrei.

- Legal... - Uma loja de caldeirões. Veja só como funcionava essa sociedade. Aqui tínhamos uma loja apenas de caldeirões, o que queria dizer que as pessoas que quisessem compra-los iriam gastar menos dinheiro. Por que? Bem, porque como se vendem caldeirões e coisas para os mesmos nessa loja, não haveria a tentação de se comprar qualquer outra coisa. Imagino eu que se o mundo trouxa fosse organizado assim, teríamos muito menos crise e as pessoas seriam mais felizes, pois comprariam apenas aquilo que necessitavam. Ergui os olhos quando um senhor me perguntou se eu precisava de alguma e sacudi a cabeça, - Agora não, obrigado. To fazendo só uma pesquisa básica. - Sorri, calmo como sempre. - Depois eu volto. Até mais, moço gentil! - E, feito um gato, sai correndo da loja.


Narrador,, -Outros- , -Falas - e doces "Pensamentos" .
Tagged: -
Interagindo com:  -
Imaginação:  -
Imagem de Titulo (se presente): -
Notas: 26
Imagem


Spoiler: Mostrar
Código: Selecionar todos
[centro][fonte="Engravers MT"][size=120]Titulo I[/size][/fonte]
[fonte="Engravers MT"][size=90]Titulo II[/size][/fonte]
[off]Parte I[/off][/centro]

[justificar][narracao] [/narracao][/justificar]

[esquerda][narracao]Narrador,[/narracao], [falaoutros]-Outros-[/falaoutros], -[fala]Falas[/fala]- e doces [pensamento]"Pensamentos"[/pensamento].
[off][b]Tagged:[/b] -
[b]Interagindo com:[/b]  -
[b]Notas:[/b] -[/off][/esquerda]
Sasha Yuriev
6° Ano Rurikovich
Avatar do usuário
Justin Barnhill
Hell fire.
 
Reg.: 18 de Jun de 2015
Últ.: 16 de Nov de 2019
  • Mensagens: 296
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 5 Pts.
  • 19 Pts.
  • 8 Pts.

Postado Por: Todd (ou Nescau, se preferir).


Re: Loja de Caldeirões

MensagemInglaterra [#156370] por Leonard Spencer » 31 Jan 2016, 20:30

  • 16 Pts.
  • 14 Pts.
  • 92 Pts.

– Você pegou o caldeirão, Len? –
questionou Drew, notando que as compras do apotecário eram poucas demais para ter no meio um objeto daquele tamanho e peso.

– Não. –
replicou o mais novo, notando o olhar surpreso do primo – Você viu o preço? – questionou com o cenho franzido, recebendo uma negativa – Um absurdo! – replicou, indignado – Digo, bem mais caro do que eu paguei a alguns anos. – retificou, considerando o custo benefício do artefato – Na verdade, tenho a impressão que andam superfaturando o preço de algumas coisas. – comentou, acostumado a pensar nas finanças, por mais que seu pai nunca houvesse ligado muito para aquilo – Vou passar lá na loja de caldeirões. Espero que esteja menos caro. – comentou, vendo o primo dar de ombros.

– Você quem sabe. –
retrucou, ligeiramente divertido, notando o olhar de Len que parecia a espera de alguma zoeira – Ora, não é como se eu pudesse falar alguma coisa dessa sua mania de querer economizar. Eu vivo fazendo isso, esqueceu? – sentenciou, fazendo o primo ponderar e concordar antes de entrarem na loja ladeada por caldeirões de inúmeros tipos – É mal de família. Ainda que eu não saiba da onde a gente tenha herdado isso. – comentou, algo que de fato o outro Spencer concordava, visto que os avós não economizavam, ainda mais no que dizia respeito a comida.

– Eu peguei de você esse costume. –
replicou o mais novo de pronto, para surpresa de Drew – Ué, nos seus primeiros anos, quando eu vinha com a vó e você para fazer as compras, o que eu mais ouvia era você falando ‘hum, esse está muito caro, vamos pegar esse outro’ ou ‘ah, vamos naquela loja, ela é mais em conta’ ou ‘ah, tem esse de segunda mão, tá quase novo’ e você e ela ficavam discutindo, porque ela queria que você pegasse o melhor. – observou, erguendo uma sobrancelha, divertido. O Spencer mais velho franziu o cenho, ajeitando os óculos, meio sem graça.

– Ok, eu lembro disso. –
constatou, enquanto observavam os modelos de caldeirões – Ela ficava realmente indignada porque eu preferia pegar os mais baratos. – comentou, coçando a cabeça.

– Na verdade ela ficava indignada porque você tinha onze ou doze anos e ficava se preocupando com os gastos que dava ou não para eles. –
explicou Len, observando alguns dos modelos ali existentes, avaliando o peso e a espessura – Eu ouvi uma vez a vó indignada falando isso para o meu pai. – explicou ante o olhar indagativo do mais velho.

– Não podem falar que não sou um rapaz consciente. –
observou, ligeiramente divertido, observando os caldeirões – E aí, vai pegar um de estanho mesmo? – questionou, vendo que o primo analisava um em específico – Conselho? – disse, vendo os olhos azuis-esverdeados se voltarem para si – Pega o de bronze. É um pouco melhor e vai ser mais útil para as poções do quinto ano para cima... sem contar que tem menos chance de derreter. – observou, trocando de mão as sacolas que levava consigo.

– Vejamos... –
ponderou, analisando os caldeirões do tipo que o primo citara – É quase o dobro, mas... Será que dura os três anos e além? Digo, pelo custo benefício? – questionou, vendo o primo dar de ombros.

– O meu eu tenho desde o primeiro até hoje, vou continuar usando e olha que eu testei algumas poções bem estranhas, já sofreu explosões... É um sobrevivente e tanto. –
comentou, divertido.

– Ok, me convenceu na parte do ‘já sofreu explosões’. –
alegou, lembrando-se da vez que viu uma fumaça bem estranha sair de um erro que certa vez ele cometera – Deixa eu só ver se... – ponderou, analisando a quantidade de dinheiro que tinha sido contigo – Hum... Você tem a maioria dos livros ainda, não tem? – questionou, vendo o primo concordar.

– Aham e vou ter que me livrar da maioria. Só vou manter, na verdade, os que tem relação com meu trabalho – herbologia, poções, feitiços, coisas assim. –
constatou, pensativo.

– Ok, usarei eles, mesmo sabendo da sua mania de sair rabiscando as bordas. Assim economizo esse extra do caldeirão. –
concluiu, satisfeito, puxando um de tamanho que achou razoável, dirigindo-se ao balcão para fazer o pagamento – Pronto, um problema a menos. – constatou, ajeitando as compras que tinha consigo.

– Pera que a gente já tá quase brincando de equilibrista com tanta coisa. –
comentou, parando antes da saída da loja, puxando a varinha com a mão esquerda, a fim de lançar feitiços extensores dentro de duas das sacolas que tinham consigo, colocando dentro delas o pacote das roupas, o presente de Fritz, os artigos do apotecário, o caldeirão e o resto das compras, antes de lançar um feitiço para diminuir o peso aparente de tudo aquilo – Bem melhor. – constatou, dando os pertences do primo para que este levasse.

– Mal posso esperar para completar dezessete anos logo. –
sentenciou com um suspiro frustrado, recebendo uma nova bagunçada de cabelo do primo mais velho – Eu ainda vou entender qual é o seu problema com o meu cabelo, inferno! – reclamou, ajeitando os fios castanhos.

– Acho legal o efeito da franja quando faço essa zoeira. –
retrucou de pronto, divertido, fazendo o mais novo revirar os olhos e sair na frente, pisando firme.

Interaction: Andrew Spencer (NPC)
Date: Agosto de 2015
Leonard Spencer
Special Mundo Mágico
Avatar do usuário
 
Reg.: 03 de Jul de 2015
Últ.: 21 de Oct de 2019
  • Mensagens: 167
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Masculino

Rolagem dos Dados:
  • 16 Pts.
  • 14 Pts.
  • 92 Pts.

Postado Por: Meriu.



Voltar para Beco Diagonal

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes