Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Felicidade Jian-Yin Lee 165 23/05/2020 às 22:05:02
Recomeço Jian-Yin Lee 1987 13/03/2020 às 16:50:15
22/02/2020 Duncan Cullen 2354 22/02/2020 às 15:27:50
Diário do Josh - Últimos dias antes da escola. Joshua P. A. Nolan 6425 17/01/2019 às 11:12:01
Chegada à Durmstrang Mihail Weylin 5820 22/11/2018 às 18:19:24

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Aprendizado - Raciocínio - Ofélia Priom Snnoffe

Moderadores: Conselho Internacional, Funcionários de Beauxbatons, Professores de Beauxbatons, Professores de Durmstrang, Funcionários de Durmstrang, Daily Lummus, Theophrastus von Hohenheim, Professores de Hogwarts

Aprendizado - Raciocínio - Ofélia Priom Snnoffe

MensagemIrlanda [#171857] por Glimmer B. Vladislav » 29 Dez 2016, 20:52

  • 6 Pts.
  • 10 Pts.
  • 59 Pts.
APRENDIZAGEM DE CONHECIMENTO

Conhecimento: Raciocínio (Peso 06)
Personagem: Ofélia Priom Snnoffe
Posts Necessários : Introdução + 3 tentativas + Conclusão
Dados eficazes: 3 posts
Status: Iniciado

Observação: A personagem possui Inteligência excepcional (+30 no atributo inteligência), logo diminui o número de dados eficazes para 2, no entanto ainda são necessários os cincos posts.
Imagem
Glimmer B. Vladislav
Mundo Mágico
Avatar do usuário
 
Reg.: 18 de Aug de 2012
Últ.: 22 de Jun de 2018
  • Mensagens: 268
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 6 Pts.
  • 10 Pts.
  • 59 Pts.

Postado Por: .


Re: Aprendizado - Raciocínio - Ofélia Priom Snnoffe

MensagemItalia [#171859] por Ofélia Priom Snnoffe » 29 Dez 2016, 21:13

  • 2 Pts.
  • 13 Pts.
  • 123 Pts.
Introdução.

Foi quando eu completei dois aninhos, que meus pais começaram a enfiar em minha recente mente muitas informações. Eles queriam criar uma gênia, uma menina de inteligência excepcional e superdotada. Eu não me interessava pelos livrinhos coloridos de gnomos e fadas, eu queria apenas brinquedos e mais bonecas para pentear os cabelos. Também não era uma boa cabelereira... Aliás, eu era apenas uma criança, não sabia direito o que estava fazendo, até ser mais e mais pressionada. Papai trabalhava no Ministério da Magia, um governo do mundo mágico no qual e pertencia e mamãe ficava dentro de casa cuidando de mim. Nenhum deles confiava em outras pessoas para trabalharem na enorme casa em que vivíamos. Eu achava a mesma tão grande e linda, mas, tão vazia e solitária.

Eu ficava tocando nas paredes e encostando meu ouvido para ouvir o que elas diziam. Queria saber se conversavam ou choravam de tristeza. Eu também era solitária, não tinha amigas para brincar com minhas lindas bonecas, muito menos para brigar e beliscar. E foi assim que peguei um costume de correr pela mansão falando com as paredes, como se elas fossem minhas verdadeiras amigas. – E-ela vai... Vai... – Eu tentava falar enquanto corria, mas não conhecia todas as palavras ainda, então sempre sumiam nos meios das minhas frases e me esforçar para dar continuidade, me deixaria irritada. Corria, corria e corria por todos os corredores que encontrava pela frente, até que me bati bruscamente com minha mãe que estava parada, batendo o pé e de braços cruzados. Aquela posição eu bem conhecia, era de mamãe zangada.

Levantei-me devagarinho e abaixei minha cabeça esperando a bronca. Ela odiava quando eu corria ao invés de tentar entender aqueles livros coloridos sem graça. Ela me carregou sem falar nadinha e aquilo me deixou um pouco feliz, mas eu era muito orgulhosa para demonstrar um tiquinho de felicidade. Mas foi um sentimento que durou muito pouco quando avistei a terrível porta da biblioteca. Contorci-me em seu colo querendo descer e ela me sacudia mandando-me parar, às vezes me dava tapinhas no braço. – Nã mamã. –Eu implorava, mas era tarde, já estávamos dentro.

Obs.: Inteligência Excepcional
Ofélia Priom Snnoffe
Eles não podem me assustar, se eu assustar eles primeiro.
 
Reg.: 28 de Dec de 2016
Últ.: 31 de May de 2018
  • Mensagens: 8
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 2 Pts.
  • 13 Pts.
  • 123 Pts.

Postado Por: Carm Luh.


Re: Aprendizado - Raciocínio - Ofélia Priom Snnoffe

MensagemItalia [#171861] por Ofélia Priom Snnoffe » 29 Dez 2016, 21:30

  • 1 Pts.
  • 16 Pts.
  • 148 Pts.
1ª Tentativa

Mamãe me deixou sentada em cima de uma mesa e sumiu nas altas prateleiras. Eu ficava olhando para elas, como se fossem altos prédios prestes a caírem sobre minha mama. Eu tinha medo de entrar ali, eu tinha medo de me perder naquele labirinto de livros com letras e nomes difíceis. O que ela estava fazendo? Eu me perguntava muito ansiosa. Sentia uma vontade de levantar na mesa e ficar de pé, olhando para ela, mas não adiantaria, continuaria sem enxergar exatamente nada, além de livros e mais livros mistos, organizados e empoeirados. – Mama? – A chamei com minha voz fina e enjoada, uma pré-menina entojada. Tentei levantar e ficar de pé, mas era alto, eu poderia caí e não seria bom. Ficaria com um dodói e doeria muito. Mas mamãe era boa em magicas e iria fazer a feridinha desaparecer e a dor ficar gostosa como cocegas em minha barriga. Dei uma risadinha gostosa e assim que fechei a boca, minha mãe Katheriny de nome bonito estava voltando com uma caixa na mão.

Uma caixa grande da cor do coração, vermelha. Fiquei boquiaberta e de olhos arregalados. Eu queria muito saber o que era. Então eu não iria estudar e sim ganhar presente. – Mama, o que é isso? – Perguntei batendo palminhas. Ela colocou a caixa na mesa pertinho de mim. Estiquei meu pescoço para enxergar, mas mama me espantou.– Fique quietinha, Ofélia, você verá o que tem aqui, mas não precisa perder seus modos de mocinha. – Fiquei triste por causa da bronca que recebi. Meus lábios caíram assim como meu olhar. Abaixei a cabeça. Ouço ela mexendo na caixa, mas sou muito orgulhosa para erguer minha cabeça e olhar o que ela estava fazendo, então fiquei esperando. – Como você gosta muito de brincar, trouxe isso para você. – Ela falou, mas não olhei, até que ela me cutucou com cuidado para não machucar. Lentamente ergo meu olhar e vejo uma madeira com alguns furos de diferentes formatos e ao lado, alguns brinquedinhos engraçados também diferentes.

Era um brinquedo pedagógico de encaixe, onde eu teria que colocar os brinquedos nos buraquinhos certos. Mama pegou um e me deu. Ela estava sorrindo. Estava feliz com aquilo e me deixava feliz também. Sorri, girei o objeto estranho em minha mão sentindo todos os seus lados e olhei para a tabua procurando o lugar certinho de encaixar. Eu era inteligente o suficiente para acertar. Tinha um bom raciocínio? Estiquei meu braço apertando firme o objeto verde triangular e tentei encaixar.
Ofélia Priom Snnoffe
Eles não podem me assustar, se eu assustar eles primeiro.
 
Reg.: 28 de Dec de 2016
Últ.: 31 de May de 2018
  • Mensagens: 8
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 1 Pts.
  • 16 Pts.
  • 148 Pts.

Postado Por: Carm Luh.


Re: Aprendizado - Raciocínio - Ofélia Priom Snnoffe

MensagemItalia [#171862] por Ofélia Priom Snnoffe » 29 Dez 2016, 21:51

  • 12 Pts.
  • 13 Pts.
  • 13 Pts.
2ª Tentativa

Não entrava, não ficava no lugar certo e eu tentava mais e mais. Eu precisava encaixar aquele objeto triangular dentro daquele buraco quadradinho. Olhei para minha mama em pedido de socorro e ela parecia decepcionada. Eu era apenas uma criança, ela queria que eu acertasse de primeira. Ela queria que eu fosse exatamente como ela, inteligente e muito linda, mas eu tinha medo de ser feia e muito burra. Então fiquei analisando aquele brinquedo estranho para mim, já que era a primeira vez que estava vendo. Toquei nos três objetos diferentes que tinha ali. Uma bolinha esmagada, um triangulo e um quadrado, mas eles não entravam onde eu queria, então deveria colocar onde e como? Fiquei olhando um por um, toquei em cada buraco da madeira e depois olhei para minha mama. – Não sei, mama... ajuda. – Ela respirou fundo me deixando com medo de receber mais uma bronca.

– Ofélia, eu comecei a estudar mais novinha que você. Queremos que você comece a se tornar uma menina muito esperta a partir de agora, sabe por quê? –Fiz que não com a cabeça.– Porque quando não estuda, fica feia e burrinha pra sempre. Sem brinquedos e bonecas para brincar. Sem casa grande pra correr e sem amiguinhos. Você quer ficar assim? –Ela me perguntou acariciando meu cabelo loiro como o dela. Mais uma vez, fiz que não com a cabeça e engoli em seco. – Então você precisa prestar atenção nesses brinquedos. Você é uma menina muito esperta e sei que não vai decepcionar a mamãe aqui. Você quer me deixar feliz? – Fiz que sim sorrindo. – Então acerte onde colocar esse círculo. – Ela pega um dos brinquedos e me dar. Olho para ele e dou mais um sorriso. – Círculo, mama? – Ela sorrindo disse que sim. Eu amava o sorriso de minha mãe. Com a mão vazia, toquei em seu queixo e ri gostosamente.

Olhei para a tabua com os furos e mais uma vez fui tentar colocar aquele brinquedo no lugar certo. Mas antes, analisei bem cada forma, meu raciocínio era muito duvidoso. Olhei para minha mão e depois para a tabua. Estiquei meu braço com um pouco de medo de errar mais uma vez. Mas eu achava que era ali que encaixava.
Ofélia Priom Snnoffe
Eles não podem me assustar, se eu assustar eles primeiro.
 
Reg.: 28 de Dec de 2016
Últ.: 31 de May de 2018
  • Mensagens: 8
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 12 Pts.
  • 13 Pts.
  • 13 Pts.

Postado Por: Carm Luh.


Re: Aprendizado - Raciocínio - Ofélia Priom Snnoffe

MensagemItalia [#171863] por Ofélia Priom Snnoffe » 29 Dez 2016, 22:22

  • 19 Pts.
  • 11 Pts.
  • 146 Pts.
3ª Tentativa

Lentamente fui me aproximando da tabua com furos de encaixe. Minha pequena mão tremia, até que estava enfiando cuidadosamente, perfeitamente. Passava sem parar, passava sem problema nenhum, até que ficou totalmente encaixado. Arregalei meus olhos feliz e surpreso. Eu realmente havia conseguido. Olhei para mama que estava feliz também sorrindo e me beijando, A abracei ficando de pé na mesa, prendendo-me em seu pescoço. – Consegui, mama. – Falei animadamente pulando como uma macaquinha. Ela cuidadosamente me afastou e me colocou novamente sentada na mesa defronte para o brinquedo de encaixe que eu consegui colocar. – Círculo! – Bradei ainda animada rindo por causa da conquista. Meu raciocínio estava mais apurado, eu conseguia sentir uma diferença ao olhar para as coisas.

– Ofélia... –Mama me chamou, olhei para ela. – Não se anime muito e nem comemore assim. – Comecei a ficar triste novamente.– Na vida passamos por muitos momentos, bons e ruins. Quando passamos por bons momentos, comemoramos porque ficamos felizes. Está me ouvindo? –Faço que sim com a cabeça.– Ótimo! Nos momentos ruins, ficamos tristes e sofremos. Por que vamos comemorar se vamos ficar triste em seguida? Por isso vou lhe ensinar, minha linda filha, a ser forte e indiferente com os sentimentos que afetam nossas decisões, tais elas que moldam o nosso futuro. –Concluiu e me deu um beijo na testa. Um teste confortador que me deixou mais tranquila. Eu consegui ouvi tudo que me foi dito, mas não conseguia compreender muito bem o que ela falava para mim, algumas palavras eu ainda desconhecia.

Olhei para os dois brinquedos restantes e sorri, um sorriso um pouco forçado. Peguei um triangulo novamente, o primeiro que eu havia pegado e errado. O girei em minhas mãos, olhei para a tabua que restava apenas mais duas entradas diferentes e depois olhei para mama. Ela assentiu e pediu para que eu continuasse meu treino de raciocínio. Mordi minha língua como se fosse uma massinha gostosa de mascar, respirei fundo e estiquei meu bracinho na direção da tabua de encaixe, tentaria mais uma vez colocar aquele triangula no lugar certo, depois de analisar muito e derrubar algumas dúvidas que atrapalhavam meus pensamentos bobos.
Ofélia Priom Snnoffe
Eles não podem me assustar, se eu assustar eles primeiro.
 
Reg.: 28 de Dec de 2016
Últ.: 31 de May de 2018
  • Mensagens: 8
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 19 Pts.
  • 11 Pts.
  • 146 Pts.

Postado Por: Carm Luh.


Re: Aprendizado - Raciocínio - Ofélia Priom Snnoffe

MensagemIrlanda [#171865] por Glimmer B. Vladislav » 29 Dez 2016, 22:59

  • 3 Pts.
  • 17 Pts.
  • 82 Pts.
Conclusão Liberada
Imagem
Glimmer B. Vladislav
Mundo Mágico
Avatar do usuário
 
Reg.: 18 de Aug de 2012
Últ.: 22 de Jun de 2018
  • Mensagens: 268
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 3 Pts.
  • 17 Pts.
  • 82 Pts.

Postado Por: .


Re: Aprendizado - Raciocínio - Ofélia Priom Snnoffe

MensagemItalia [#171870] por Ofélia Priom Snnoffe » 30 Dez 2016, 07:16

  • 6 Pts.
  • 18 Pts.
  • 33 Pts.
Conclusão

O medo que eu sentia de errar não era mais o mesmo, eu estava mais confiante e tinha certeza do que estava fazendo. Depois que compreendi o jogo e acertei o circulo, não iria demorar muito para pensar e nem tentar colocar o próximo. Era meu raciocínio surgindo, eu estava deixando de ser uma garotinha inocente e me tornando, apenas um cadinho esperta. Consegui mais uma vez, aquele triangulo que antes eu não sabia onde colocar, entrou certinho no buraquinho do mesmo formato na madeira de encaixe. Dei um sorriso e não comemorei nada, por mais que eu quisesse, não poderia, mama disse que não. Eu sentia meu coração bater bem rápido, tinha medo de morrer, olhei para mama assustada. – Mama, batendo rápido. – Falei e toquei no meu peito esquerdo. Ela sorriu e tocou também por cima da minha mão.

– Você está segurando uma emoção, é por isso, filha. – Deslizou sua mão até meu cabelo e começou a acariciar. – Como assim mama? – Perguntei sem entender o que ela queria dizer. – Você quer comemorar, mas não pode, então seu coração fica assim. –Ela me explicou bem devagar ara que eu entendesse e consegui compreender, era exatamente igual quando eu queria brincar com as paredes da mansão e ela não deixava. Eu queria, mas não podia, então meu corpo ficava estranho e eu começava a chorar.– Agora coloque o ultimo brinquedinho. –Ela mandou colocando em minha mão o ultimo objeto que era quadrado. Olhei para a madeira de encaixe, dei um sorriso porque faltava apenas aquele buraquinho, mas eu não poderia ficar feliz antes do tempo, então analisei bem. De qual falo devo colocar?

Estiquei meu braço na sua direção e lentamente fui encaixando o último objeto, até que o quadrado estava todo lá dentro, preenchendo aquele vazio. Uma luz estranha tomou conta do brinquedo de encaixe e depois apagou. Minha mãe o pegou, virou de cabeça para baixo e abriu uma tampinha que tinha no fundo do mesmo. Fiquei apenas observando curiosa sem entender nada. Enfiou sua mão dentro do brinquedo e puxou uma sacolinha com jujubas de gnomo. Dei um sorriso enorme. Era meu? Estiquei meu braço para pegar, ela me deu, em seguida me carregou e juntas saímos da biblioteca comendo jujubas.
Ofélia Priom Snnoffe
Eles não podem me assustar, se eu assustar eles primeiro.
 
Reg.: 28 de Dec de 2016
Últ.: 31 de May de 2018
  • Mensagens: 8
  • Nível:
  • Raça: Humana
  • Sexo: Feminino

Rolagem dos Dados:
  • 6 Pts.
  • 18 Pts.
  • 33 Pts.

Postado Por: Carm Luh.



Voltar para Aprendizados Finalizados

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 3 visitantes