JORNAL LUMMUS

HOGWARTS, 30 DE MAIO DE 2021

Falta de magia em Hogwarts
A aparição de uma névoa misteriosa faz a escola adotar medidas alternativas

Imagem

Desde o final do último ano letivo, um evento, de certo modo misterioso, vem ocorrendo nas dependências da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Segundo relatos, os quadros estavam completamente estáticos, escadas paravam no meio do caminho, algumas passagens não abriam e, por vezes, as varinhas não funcionavam. Por conta desses fenômenos, uma específica pergunta era levantada por todos: estaria a magia dentro do castelo de uma das maiores escolas de bruxaria acabando? Tal questionamento causava temor e medo em diversas pessoas, principalmente nos alunos que de nada sabiam sobre o evento. Porém, durante o jantar de encerramento, o diretor de Hogwarts, Nikolaus Marcus Lothringen, realizou um discurso esclarecendo os acontecimentos e que medidas seriam tomadas para solucionar toda a situação, acalmando, ou pelo menos tentando acalmar, o desespero e aflição de alguns alunos.

No entanto, quando os discentes voltaram de suas maravilhosas férias, com o lançamento do novo distrito mágico, todos se depararam com uma misteriosa e curiosa névoa encobrindo inteiramente o sétimo andar de Hogwarts, local onde o salão comunal da Grifinória era localizado. Tal neblina causou curiosidade a todos, pois aquela nuvem normalmente não fazia parte das incríveis decorações da escola de magia.

Durante o jantar de abertura do novo ano letivo, o diretor de Hogwarts se pronunciou novamente, trazendo notícias um pouco desagradáveis aos ouvidos de todos: "nada foi possível fazer para solucionar o problema do ano letivo anterior". A névoa que rondava os andares superiores era a responsável por inibir a magia dentro do castelo. Essa afirmação fora um pouco preocupante. Uma série de questões sobre o funcionamento das aulas, principalmente com a inclusão da matéria de estudo dos trouxas, o uso de magia dentro da escola e o alojamento dos alunos da Grifinória também foram tópicos do discurso.

Com o decorrer do ano, pouco a pouco a névoa foi se movimentando, descendo do sétimo para o quinto andar, chegando a quase invadir o terceiro. Nesse dia, os alunos que estavam em aula tiveram que se arriscar para procurar uma saída e escapar com segurança. Por sorte, sabemos que ninguém saiu ferido durante a ação. No entanto, mais uma casa perdeu completamente o seu alojamento. Os alunos da Corvinal deveriam achar um outro local para se alojarem.

Tal evento está causando bastante comoção entre os corredores do castelo. Alguém deveria fazer alguma coisa antes que a situação piorasse. Se nem mesmo o próprio diretor consegue evitar todo esse desastre, o por quê os alunos ainda continuam a ter aula? Seria essa uma ação completamente imprudente por parte dos adultos, já que não conhecem nem a origem e a total magnitude daquela névoa? Como um objeto de total desconhecimento surgiu em terrenos fortemente protegidos como Hogwarts? Essas são perguntas que devemos fazer e exigirmos respostas por parte dos funcionários da escola de bruxaria. Enfim, esperamos que nada de mal aconteça e que tudo se resolva. Até a próxima.


Escrito por: KAWONIN JAMES

1.920 Visualizações
29/03/2020 às 11:33:07

Cadernos
Notícias
Jornalistas