Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Chegada à Durmstrang Mihail Weylin 143 22/11/2018 às 21:19:24
É LUFA - LUFA!! Venus F. Rossa 720 08/09/2018 às 21:24:13
Indo para Hogwarts! Venus F. Rossa 468 08/09/2018 às 21:20:17
A súcubo do Apocalipse Lilith Ambrew 464 08/09/2018 às 12:11:11
Fênix de Odin Lilith Ambrew 525 28/08/2018 às 01:09:34

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Inglaterra Sarah Scarlett Maison [ 15376 ]

Situação Atual: CADASTRO NORMAL E ATIVO

  • Sarah Scarlett Maison
  • Monitor Chefe Beauxbatons

  • Monitor Chefe Beauxbatons

  • NOME COMPLETO

    Sarah Scarlett Maison

  • RAÇA

    Humana

  • CLASSE

    Mágica

  • ALTURA

    1,65m

  • PESO

    57kg

  • OLHOS

    Castanho Escuro

  • CABELOS

    Ruivo Intenso

  • SEXO

    Feminino

  • OPÇÃO SEXUAL

    Heterossexual

  • IDADE

    17 anos

  • DATA DE NASCIMENTO

    05/03/1995

  • SIGNO

    Peixes

  • NOME DO PAI

    Paul Anderson Maison

  • NOME DA MÃE

    Kate Wolf Scarlett Maison

  • ORIGEM SANGUÍNEA

    Sangue Puro

  • LOCALIDADE

    Beauxbatons

  • CIDADE/PAÍS

    Liverpool/Inglaterra

  • RELACIONAMENTO

    Solteiro

  • NÍVEL



Você acredita em destino? Se o seu intuito é inteirar-se da história da jovem Sarah Maison eu preciso que creia com todas as forças nisso, caso contrário vire-se e apanhe outro personagem. Sarah é um milagre oriundo de uma relação que tinha quase tudo para ser efêmera. Tão efêmera quanto a sua vida deveria ter sido; contudo outro milagre se sobressaiu e lhes conto abaixo a trajetória.



Kate Scarlett e Paul Maison despertaram um romance jovial entre os confins e magias do clássico castelo da Grã Bretanha: Hogwarts. Ele, pertencente à Hufflepuff com toda a simpatia e benevolência que pudera ser imaginada, estava no auge dos dezessete já pensando no vindouro; enquanto a mocinha Kate era uma exímia filha de Rowena Ravenclaw, dedicada e graciosa vivia a preciosidade dos quinze. No entanto não eram apenas dois anos e virtuosidades que os separavam.



Paul Maison tinha sangue escurecido pelo ocultismo de seus ancestrais e a benemérita família Scarlett jamais aceitara esse fato. Os anciãos insistiam em dizer que jamais teriam orgulho caso o laço matrimonial entre os dois jovens fosse efetivado; e que caso isso ocorresse algum dia, Kate poderia desconsiderar seu sobrenome. Lágrimas e juras eternas de um amor abalisado passageiro perdiam a preocupação quando os patentes de ambas as famílias lembravam dos dois anos que os jovens permaneceriam separados até a mocinha se formar.



E os dois anos se passaram. O que era efêmero criou raízes mais fincas e profundas, caminhando para a perenidade de uma vida. O casal trocou votos em uma capela com apenas quatro testemunhas, nenhuma pertencente às respectivas famílias. E no segundo ano juntos, uma adorável surpresa encarnada em um tronquinho robusto denominado John Scarlett Maison, o primogênito. Porém uma complicação durante o parto, alguns chamaram maldição, aprisionou o casal na esfera de que não poderiam mais procriar.



Para Paul, apenas uma criança bastava entre os braços deles, porém Kate guardou consigo a tristeza de ser mãe apenas uma vez. Ambos foram os pais mais atenciosos que já se viu vagar no mundo mágico. John cresceu com saúde, aprendendo tudo o que era necessário para chegar a Hogwarts sem dificuldades.

Dois dias após o décimo segundo aniversário de John, Kate fora acordada no meio da noite por uma suave voz ao pé do ouvido que lhe anunciara a bênção. Atordoada com a situação, cutucou Paul suavemente e pôs-lhe a mão em sua barriga. A reação foi mesclada de excitação e desespero, o doutor havia sido bem claro na hora do parto de John. Kate não poderia mais ter filhos, e se acaso acontecesse, a chance era de nenhum dos dois sobreviver, nem o feto, nem a progenitora.



Após a gravidez conturbada e com todos os pormenores sendo exaltados, um parto de uma criança tão branca quanto a neve que caía na rua, pesando poucas gramas abaixo dos dois quilos. Uma mãe que perdera muito sangue e uma criança que parecia não vingar. Sarah Scarlett Maison nasceu e repletou de vida os olhos de uma parideira que não tirava o sorriso do rosto.


 


Sarah tem os cabelos ruivos intensos, que dançam ao vento como as brasas da velha fogueira no inverno. Seu sorriso era meigo e trazia uma sensação gostosa como uma descarga de serotonina, fazendo todas as partes do corpo se sentirem saciadas. Fora criada com uma educação de primeira qualidade, tendo os pais mimando-lhe mais do que ela podia receber, nem por isso se tornando menos simpática.



Seus olhos eram cheios de um castanho misterioso que contrastava com todo aquele jeito acolhedor. Muitas vezes eram vistos escondidos atrás de livros fantasiosos e repletos de teorias acerca dos céus e dos mistérios desse e de outros mundos. Sarah era uma sonhadora nata, de pés descalços e um conhecimento maior que seu corpo magricelo. Sua voz era suave e conduzia uma rouquidão fraquinha ao fundo, sendo escutada poucas vezes em diálogos. Gostava mesmo é de sussurrar belas canções e poesias que translia dos livros.



Ir para Hogwarts trouxe uma sensação de liberdade que jamais vira antes. Criada na bolha a vida inteira, podendo pouco cair e treinar feitiços, agora ela descobria um mundo de oportunidades, com amizades que tinham tudo para serem duradouras e, mais ainda, estava descobrindo que nem sempre se podia ultrapassar obstáculos com conversas e benevolências. A maior dificuldade de Sarah teria que ser superada se ela quisesse sobreviver às peripécias elaboradas pelos professores da instituição. Ela precisava ser forte e, mais que isso, ela precisaria descobrir um lado que ela jamais teve: Sarah Maison precisava aprender a atacar e se defender.


 


[Ojesed] - Maior Sonho: Um mundo sem crueldade.
[Bicho Papão] - Maior Medo: Voar.
[Testrálios] - Viu a Morte?: Sim.
[Tattoo] - Marcas corporais: Cicatriz no antebraço em forma de arcada dentária (mordida de doxy); cicatriz no braço esquerdo (fratura), arranhões na perna, queimadura na mão esquerda.

Este perfil já foi visualizado 1.222 vezes. Atualizado pela ultima vez em: 05/09/2018 às 18:49:50