Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Diário do Josh - Últimos dias antes da escola. Joshua P. A. Nolan 3987 17/01/2019 às 11:12:01
Chegada à Durmstrang Mihail Weylin 3437 22/11/2018 às 18:19:24
É LUFA - LUFA!! Oh Ha Na 4530 08/09/2018 às 18:24:13
Indo para Hogwarts! Oh Ha Na 3629 08/09/2018 às 18:20:17
A súcubo do Apocalipse Lilith Ambrew 3555 08/09/2018 às 09:11:11

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Franca Vanity T. Auteuil [ 16889 ]

Situação Atual: CADASTRO NORMAL E ATIVO

  • Vanity T. Auteuil
  • Mundo Mágico
  • Mundo Mágico

  • NOME COMPLETO

    Vanity Tafani Auteuil

  • RAÇA

    Humana

  • CLASSE

    Mágica

  • ALTURA

    1,72m

  • PESO

    65kg

  • OLHOS

    Castanho Claro

  • CABELOS

    Preto Intenso

  • SEXO

    Feminino

  • OPÇÃO SEXUAL

    Heterossexual

  • IDADE

    47 anos

  • DATA DE NASCIMENTO

    10/06/1968

  • SIGNO

    Gêmeos

  • NOME DO PAI

    Anne Katherine Al Tafani

  • NOME DA MÃE

    Dietrith Auteuil

  • ORIGEM SANGUÍNEA

    Sangue Puro

  • LOCALIDADE

    Mundo Mágico

  • CIDADE/PAÍS

    Paris/França

  • RELACIONAMENTO

    Solteiro

  • NÍVEL

Personalidade da Personagem
Auteuil possui um ar sério, a frase “mulher de poucas palavras” lhe cai perfeitamente bem. Raramente é vista dando um sorriso por ai, e nas raras ocasiões em que ela faz essa expressão facial, apenas aqueles que estão bem próximo são capazes de repará-lo.  Vanity é uma pessoa extremamente culta. Filha da alta sociedade francesa, teve as melhores oportunidades para desenvolver seu intelecto, lado social e, principalmente, sua ideologia. Com todas as influencias que teve na vida, ela peneirou todas as informações que teve e percebeu o quanto a cultura bruxa estava sendo influenciada pela cultura trouxa. Não tem nenhum preconceito contra os trouxas em si ou bruxos filhos de trouxas, mas pensa que o mundo bruxo está em perigo. Fascinada pela cultura bruxa, acha um absurdo não o fato da cultura trouxa estar sendo absorvida, mas o fato de que os jovens estão deixando de lado a cultura da magia. Dotada de uma memória fotográfica e observadora, Vanity impressiona com a quantidade de detalhes que ela lembra de praticamente tudo que vê. A mulher é como uma cebola, cheia de camadas e muitas facetas e à cada indivíduo ela oferta aquela que lhe parece atender melhor a situação ou seu interesse àquela pessoa. Carismática, tem certa facilidade em conquistar amizades e aliados, característica essencial para estar no lugar em que se encontra. Sabe quando uma oportunidade lhe é ofertada e a forma com que deve trabalhá-la. Muito focada e determinada, além de organizada, sempre gosta de analisar as situações em que se encontra antes de tomar alguma medida. Isso vale para tudo. Desde a escolha de qual colar utilizar para um simples evento até a aplicação de seus fundos em ações.




Currículo da Personagem
Formação
– Ensino Básico na Academia de Magia Beauxbatons.
– Graduação em Políticas e Economia na Universidade de Luxor, Egito.
– Graduação em Direito e Legislação na Universidade de Esparta, Grécia.
– Mestrado em Direito Internacional na Universidade de Esparta, Grécia.
– Doutorado em Diplomacia e Relacionais Jurídicas Internacionais na Universidade de Esparta, Grécia.

Experiência Profissional
– Ministério da Magia Francês / Département des lois de la Magie: Auxiliar da Promotoria.
– Ministério da Magia Francês / Département des lois de la Magie: Promotora de Casos Especiais.
– Ministério da Magia Francês / Cour Suprême Justice de la Magie: Magistrada.
– Ministério da Magia Brasileiro / Conselho de Justiça: Conselheira, 3° cadeira.



História da Personagem
Vanity Tafani Auteuil iniciou sua carreira política bem cedo. Ainda na Academia da Beauxbatons (enquanto cursava o 6° ano e se encontrava na Morrigan), ela já tinha o hábito de enviar artigos às diversas revistas e jornais bruxos, comentando sobre acontecimentos, expondo sua opinião e dando soluções para diversos problemas que surgiam na comunidade mágica. Era ali que uma jovem prodígio começava a nascer. Desde então tudo passou a caminhar com passos rápidos, com vinte e cinco anos já era funcionária no Département des lois de la Magie e aos trinta, magistrada. Ajudou a redigir e a elaborar toda a legislação referente à organização acadêmica da França, sendo hoje considerado um dos mais exemplares de toda a Europa. Todavia, antes de dissertar acerca da vida profissional da mulher é preciso reavivar sua infância.

Auteuil advém de uma família de classe alta. Pai e mãe bruxos, viveu toda sua vida em meio ao povo mágico tendo somente contato com os não-mágicos somente na academia. Dietrith, seu pai, era um homem duro e do povo, muito trabalhador e de poucas palavras, mas não pensava duas vezes quando se tratava de sua família. Ao menos é como a melhor se recorda dele, já que ainda muito cedo, com uns seis anos, o perdeu, num infeliz "acidente" em uma investigação do ministério francês. Após herdar uma gorda fortuna que o patriarca lhe deixou e não restando nada que prendesse mãe e filha no vilarejo onde viviam, Katherine, sua mãe, se mudou com a filha para Paris, onde retomou sua vida no hospital mágico local em busca de esquecer a viuvez. 

Feliz e tendo tudo o que sempre quis, nunca lhe faltando um mimo sequer Vanity logo demonstrou seus dons mágicos. Sua primeira manifestação mágica ocorreu pouco antes de completar sete anos de idade, no aniversário de Katherine. Uma festa simples, porém requintada fora preparada pelos servos domésticos sob orientação da menina que fazia ordenanças como se fosse a senhora da casa. Assim que a mãe chegou do trabalho, mais um dia cansada, a vontade que ela tinha em presenteá-la com algo grandioso foi tanta que conseguiu duplicar a quantidade de docinhos que ela carregava e até mesmo colorir um pouco mais a sala monocromática de sua casa. Isso representa muito da mulher que Vanity viria a ser. 

A carta de Beauxbatons chegou, pouco tempo depois de completar 11 anos. A ideia de estudar na Academia era grandiosa, mas ainda assim viver longe de sua família quase o ano inteiro lhe parecia algo tortuoso. Chegou a pensar em desistir da vaga, mas a felicidade e orgulho que viu estampados nos olhos de sua mãe e avós a motivou a aceitar o convite. Sabia, embora muito nova, que Beauxbatons era sua chance de alcançar a vitória. Aluna da Morrigan, ainda no primeiro ano destacou-se aos olhos do corpo docente e assim permaneceu até sua formatura, à qual terminou com louvor. Suas notas nos N.I.E.M.´s foram excelentes e com as diversas indicações dos professores que cativou nos anos de Academia, não lhe faltaram convites de trabalho e Universidades. Adentrou no Curso de Políticas e Economia na Universidade de Luxor, onde, mais uma vez trilhou com êxito os anos de estudo da graduação. Ao formar-se, já iniciava pesquisas acadêmicas, especializando-se e aprendendo mais. Sua sede de conhecimento parecia não encontrar barreiras. 

Seus avós morreram cedo, enquanto a garota cursava o terceiro ano na instituição de magia francesa. Katherine ainda vive na capital francesa e é mantida pelos galeões que o seu marido havia deixado. Vanity fez questão aprendera observando sua mãe que uma mulher deveria ser independente e jamais submeter-se a alguém. Talvez este espírito impetuoso mesclado com a personalidade forte seja o porquê dela não ter se casado, apenas alguns casos restritos, afinal, uma magistrada não poderia ter sua vida amorosa divulgada em um jornaleco de esquina. Após servir com maestria e empenho o ministério francês, a negra roubou a cena em um congresso internacional de direito em magia ao discursar acerca das influências que a cultura trouxa está exercendo nos jovens magos em detrimento da cultura bruxa. Sua posição e reconhecido trabalho logo frutificara-se ao ser convidada para assumir a terceira cadeira do Conselho de Justiça do Ministério da Magia Brasileiro sendo membro votante em julgamentos da mais alta esfera governamental do país. 

Aos 45 anos a mulher deixou seu posto no conselho para alçar voos maiores. Seu anseio era tornar membro do Tribunal de Wizengamot e, para tanto, ela precisaria chamar a atenção daqueles que lhe poderiam conseguir o posto. Hoje, a Doutora Auteuil, é Professora Titular na Universidade Bruxa de Vaduz onde coordena, e também leciona, Direito Internacional e Economia Mágica para alguns cursos específicos. Sua fama logo percorreu por todo o Principado de Liechtenstein chegando aos ouvidos daqueles que tinha em suas mãos o poder de tornar sua pretensão uma realidade.


[Testrálios] - Viu a Morte?: Sim. Aos seis anos Vanity perdeu seu pai, vítima de um acidente.
[Tattoo] - Marcas corporais: Nenhuma.

Este perfil já foi visualizado 348 vezes. Atualizado pela ultima vez em: 18/07/2017 às 17:42:33