Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Diário do Josh - Últimos dias antes da escola. Joshua P. A. Nolan 3094 17/01/2019 às 11:12:01
Chegada à Durmstrang Mihail Weylin 2572 22/11/2018 às 18:19:24
É LUFA - LUFA!! Oh Ha Na 3659 08/09/2018 às 18:24:13
Indo para Hogwarts! Oh Ha Na 2760 08/09/2018 às 18:20:17
A súcubo do Apocalipse Lilith Ambrew 2689 08/09/2018 às 09:11:11

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Inglaterra Aaron Alexander Vourhees [ 17053 ]

Situação Atual: CADASTRO NORMAL E ATIVO

  • Aaron Alexander Vourhees
  • Mundo Mágico
  • Mundo Mágico

  • NOME COMPLETO

    Aaron Alexander Meinhartt Vourhees

  • RAÇA

    Humana

  • CLASSE

    Mágica

  • ALTURA

    1,83m

  • PESO

    73kg

  • OLHOS

    Azul Intenso

  • CABELOS

    Castanho Escuro

  • SEXO

    Masculino

  • OPÇÃO SEXUAL

    Heterossexual

  • IDADE

    30 anos

  • DATA DE NASCIMENTO

    05/12/1986

  • SIGNO

    Sagitário

  • NOME DO PAI

    Alaric Aurich Meinhartt

  • NOME DA MÃE

    Evelyn Moreau Meinhartt

  • ORIGEM SANGUÍNEA

    Sangue Puro

  • LOCALIDADE

    Mundo Mágico

  • CIDADE/PAÍS

    Cambridge/Inglaterra

  • NÍVEL

  • Animal de Estimação Animal de Estimação:

    Este personagem não possui um animal de estimação!

  • Feitiços Aprendidos Feitiços Aprendidos por este Personagem:

    Um total de 199 magias...

  • Inventário Total de Itens no Inventário:

    1 diferentes itens


    • 1 un de Varinha de Carvalho, 28cm, Espinhos de Manticore, Rígida
  • Dados do Jogador Dados do Jogador:

  • Ajuda

    Abaixo você confere alguns links para tutoriais e textos importantes que vão te ajudar a entender melhor o funcionamento do nosso jogo!

    Em caso de dúvidas procure alguém da Staff ou algum jogador mais antigo para lhe auxiliar.


Provindo da cidade cortada pelo charmoso rio Cam, Aaron Alexander Meinhartt descende de Evelyn Moreau e Aurich Meinhartt, filho da antiga soberana da patriarcal e conservadora família de magos britânicos. Em toda a sua infância fora limitado aos domínios do vilarejo sobre o qual sua família se faz governante, sendo instruído desde então para que compreendesse o mundo da magia bem como as formas de manuseá-lo, uma vez que sua linhagem sanguínea é composta de forma íntegra pelos denominados “alquimistas”. Desde muito cedo demonstrara aptidão para a tal ciência e apresentou-se como um exímio prodígio em meio à família. O primeiro fruto da terceira prole, sendo as anteriores Edward e Isabella, respectivamente, entretanto, a gestação de Alexander foi bifurcada, dando origem a Augustus, seu irmão caçula por questão de minutos.

Embora o jovem conhecesse todas as ramificações da alquimia, lá no fundo, seu único e sincero objetivo era ultrapassar as barreiras da morte. Dia após dia por horas e horas a fio buscou em cada detalhe algo que lhe trouxesse a vida eterna. Seus pais repudiavam este ato, como amar alguém que desperdiçava tantas horas atrás de um tolo propósito? Não importava o que diziam, aquilo já havia se tornado uma obsessão. Toda essa busca incessante tinha um motivo, a “morte” de sua irmã, Isabella, alguns anos depois de terem a levado para um hospital no sul do país. Desde pequena ela desenvolveu uma doença que a consumiu dia após dia. Com uma aparência cada vez mais estranha, a menina foi submetida a um estado deplorável. Os membros de seu corpo, pouco a pouco foram se atrofiando, a sua vitalidade lhe foi extraída e o seu olhar se perdeu no nada. Para os céticos, ou melhor, fanáticos religiosos, inclusive seus pais, Isabella estava possuída por demônios que aprisionaram sua alma, um terrível castigo, já que tirar-lhe a vida seria mais digno. Para Alexander, todos estavam enganados, permaneciam cegos diante do óbvio, não eram demônios (céus!), ela estava doente e precisava de ajuda, mas ninguém conseguiu a salvar.

No ano 2000 uma carta fora depositada no correio da família Meinhartt e os olhos de Evelyn, agora marejados, corriam para os dois meninos idênticos e tão diferentes em sua frente. Ajoelhou-se e acariciou a face de ambos com a carta sobre seu colo. - "Meus dois príncipes. É hora de iniciar a aventura de vocês e enfrentarem seus dragões." - o menor sorriu para ela enquanto maior, agarrou o envelope contemplando com os olhos fixos o brasão de Hogwarts. Encarrapitado no alto de um penhasco na margem oposta, as janelas cintilando no céu estrelado, havia um imenso castelo com muitas torres e torrinhas. O castelo de Hogwarts era realmente surpreendente visto dali debaixo.

O Chapéu Seletor
....breaking a tradition

Nossa, o quê temos aqui? Mais um dos alquimistas de sangue. Interessante, muito interessante. Mais obscuro que os outros, preciso admitir, mas há uma luzinha lá no fundo que ainda insiste em lutar. Um verdadeiro Ying Yang, meu caro. Os últimos dois que vieram aqui não me deram a chance da dúvida, mas você...meu jovem, ô, como estou confuso. Há uma inteligência e uma vontade de conhecimento e absorção que jamais vi aqui dentro dessa sua cabecinha, mas essa ganância...essa frieza me deixa tentado a lançá-lo na Sonserina. Não, você é diferente dos outros. Não merece ir para a mesma casa que eles mesmo que isso quebre toda a tradição de sua família. A velha não vai ficar feliz com isso e sinto aqui que ela ela sabe que você é especial dentre os outros, bom, nunca gostei muito dela, por isso... Corvinal!

A passagem dos sete anos em Hogwarts foram curtos. Havia um docente na instituição, na mesma época em que Aaron esteve na escola, que afirmava que quando nos divertíamos as horas e os dias passavam como se nossa mente estivesse totalmente submersa a uma linha do tempo que não fosse subjugada a esse mundo em que vivíamos. Se os meses foram curtos o bastante para que o tempo não funcionasse com o jovem inglês isso ainda é e, por um longo período, permanecerá um mistério. Durante sua estadia no castelo o rapaz se deixou levar pelos colegas estudiosos e animados e, por mais que toda a tragédia em sua vida o levasse a ser deprimido, sua mente subvertera-se rebelando dos paradigmas aos quais lhe eram impostos nas férias e encontrava em Hogwarts um refúgio seguro.

Considerado um bom aluno, não o melhor, mas um estudioso que conseguia retirar leves sorrisos até do docente mais rígido da escola, por tal característica ele ganhou fama de brincalhão e um bom amigo, sendo que metade dos membros de sua casa o considerava um exímio corvino e um excelente amigo. Por essa razão ele vivia rodeado de pessoas e isso não permitia que a tristeza penetrasse em seu coração e com o tempo ela não mais insistiu sendo totalmente expulsa do coração do rapaz, mesmo que durante o trajeto ele tenha perdido os pais de razões ainda não explicadas.

Findado os obrigatórios sete anos na escola de magia o rapaz que agora tinha uma estúpida boa aparência que conseguia exaurir profundos suspiros dos demais, graduou-se em Alquimia na Universidade de Luxor, Egito, onde estudou por três anos. Não contente com sua formação atual o herdeiro da fortuna Meinhartt ingressou no curso de Medibruxaria e Ciências da Magia (05 anos) na Universidade de Ho Chi Minh City, Vietnã. Seu empenho nos ramos do curandeirismo o levaram a pesquisas profundas sobre a magia da vida e como intervir ao máximo no retardo da morte. Sua ambição em não deixar vidas serem ceifadas sem uma razão lógica e científica o levou a descobrir a cura da doença de Enoque. Por suas contribuições para o centro de ciência e medibruxaria aplicada da Universidade de Ho Chi Minh City, a mesma o convidou para assumir o posto de Professor, cargo que ocupou durante 3 anos.

Atualmente o homem é um dos renomados nomes da medibruxaria e devido a um súbito mal agouro que ele pressentiu ele retornou para sua casa onde encontrou seu irmão gêmeo em estado crítico da mesma doença que assolou sua irmã. Em tempos de crise se fazia necessário tomar atitudes drásticas, pro essa razão ele aceitou um vaga em um dos mais famosos hospitais do mundo mágico, Theophrastus von Hohenheim, na busca de encontrar a cura para a doença de sua família.

 



Este perfil já foi visualizado 329 vezes. Atualizado pela ultima vez em: 24/09/2017 às 04:15:41