Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Diário do Josh - Últimos dias antes da escola. Joshua P. A. Nolan 3094 17/01/2019 às 11:12:01
Chegada à Durmstrang Mihail Weylin 2572 22/11/2018 às 18:19:24
É LUFA - LUFA!! Oh Ha Na 3659 08/09/2018 às 18:24:13
Indo para Hogwarts! Oh Ha Na 2760 08/09/2018 às 18:20:17
A súcubo do Apocalipse Lilith Ambrew 2689 08/09/2018 às 09:11:11

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Japao Yukako Miyamoto [ 17421 ]

Situação Atual: CADASTRO NORMAL E ATIVO

  • Yukako Miyamoto
  • Mundo Mágico
  • Mundo Mágico

  • NOME COMPLETO

    Yukako Miyamoto

  • RAÇA

    Humana

  • CLASSE

    Mágica

  • ALTURA

    1,63m

  • PESO

    55kg

  • OLHOS

    Castanho Escuro

  • CABELOS

    Preto Intenso

  • SEXO

    Feminino

  • OPÇÃO SEXUAL

    Heterossexual

  • IDADE

    53 anos

  • DATA DE NASCIMENTO

    12/02/1965

  • SIGNO

    Aquário

  • NOME DO PAI

    Ueda Toshiro

  • NOME DA MÃE

    Takani Hiromu

  • ORIGEM SANGUÍNEA

    Sangue Puro

  • LOCALIDADE

    Mundo Mágico

  • CIDADE/PAÍS

    Osaka/Japao

  • RELACIONAMENTO

    Viúvo (a)

  • NÍVEL

Era comum. Casamentos arranjados eram comuns, era uma tradição em sua família, fora assim que seus pais se casaram e assim seria com ela. Sempre soubera disso, desde os seis anos sabia que já estava prometida. De início, diante da adolescência e a rebeldia que pertencia a idade, ela odiou essa ideia, mas no fundo de sua consciência ela sabia que nada podia fazer.

Ainda jovem, se sentiu vendida em seu casamento, sabia que era importante, sabia que a pureza, uma das poucas coisas que concordava com seu pai, era importante. Mesmo assim, nada a fez mudar o ódio que sentia pelos Miyamotos, mas principalmente pelo homem que iria desposá-la. Fora assim desde muito antes daquela data que deveria ser festiva.

Quando criança ela viu o jovem Miyamoto como amigo, na adolescência um inimigo mortal que a privaria dos próprios desejos. Calada, deveria ser, obediente e submissa era o esperado. Casou-se com essas ordens em sua mente. Havia apenas mudado o homem que mandaria em sua vida.

Contudo, ela não esperava que iria, não gostar, nem amar seu marido, mas ter um bom relacionamento com base na única coisa que tinham em comum: sede de poder. Se tornar uma Miyamoto por casamento não fora apenas um bom negócio para seus pais, como também para si mesma. Nunca deteve tanto poder nas mãos quanto no casamento.

Obviamente era uma mulher calada, supostamente sem voz, submissa ao homem que era seu marido, mas por trás sempre esteve ali. Era como uma aranha, tecendo sua teia e sugando a vida do seu alimento. Ela foi assim e continuava.

Tradições eram importantes assim como a pureza do sangue. Ensinou aos filhos isso. Eles eram a supremacia, nada abaixo disso importava, ainda mais os gaijins e nascidos trouxas. Escória. Não imaginam o desgosto quando, após a morte de seu marido, seu primogênito fugir como uma imunda gaijin, como lhe custara por o mais novo no lugar, ao menos esse ela manipulava nas sombras, as teias atadas nele desde seu primeiro respirar no mundo.

Agora, ela tinha um novo trabalho, transformar o jovem da prole do seu filho mais velho, um meio gaijin, no orgulho no lugar do pai. Seria um trabalho árduo, mas faria questão de fazê-lo e dele arrancaria mais a vida. Era assim que ela pensava, era assim que ela agia. Não permitiria que ninguém se opusesse a si e se o fizesse ela iria eliminar.


[Testrálios] - Viu a Morte?: Sim.
[Tattoo] - Marcas corporais: Marcas da velhice .q

Este perfil já foi visualizado 52 vezes. Atualizado pela ultima vez em: 04/11/2019 às 16:18:35