Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Diário do Josh - Últimos dias antes da escola. Joshua P. A. Nolan 2405 17/01/2019 às 14:12:01
Chegada à Durmstrang Mihail Weylin 1912 22/11/2018 às 21:19:24
É LUFA - LUFA!! Oh Ha Na 2328 08/09/2018 às 21:24:13
Indo para Hogwarts! Oh Ha Na 2083 08/09/2018 às 21:20:17
A súcubo do Apocalipse Lilith Ambrew 2033 08/09/2018 às 12:11:11

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Estados Unidos Damien Morris [ 17445 ]

Situação Atual: CADASTRO NORMAL E ATIVO

  • Damien Morris
  • Mundo Mágico

  • Mundo Mágico

  • NOME COMPLETO

    Damien Morris

  • RAÇA

    Humana

  • CLASSE

    Mágica

  • ALTURA

    1,84m

  • PESO

    78kg

  • OLHOS

    Verde Escuro

  • CABELOS

    Ruivo Opaco

  • SEXO

    Masculino

  • OPÇÃO SEXUAL

    Homossexual

  • IDADE

    24 anos

  • DATA DE NASCIMENTO

    13/07/1993

  • SIGNO

    Câncer

  • NOME DO PAI

    Daimon Morris

  • NOME DA MÃE

    Elisabeth Morris

  • ORIGEM SANGUÍNEA

    Sangue Puro

  • LOCALIDADE

    Mundo Mágico

  • CIDADE/PAÍS

    Ohio/Estados Unidos

  • NÍVEL

Ele nem sempre fora o garoto depressivo que era agora era. De certa forma ele costumava ser a última pessoa no mundo a qual se apontaria como um suicida em potencial. Era um garoto normal. Pobre, mas o mais normal possível quando aquilo tudo começou. Aquela série de eventos pequenos que desencadearam em uma profunda mudança naquilo que conhecia como vida. Damien Morris era um garoto quieto. Nunca se metia em confusões, nem mesmo quando elas se metiam com ele. Era o mais velho dos quatro filhos de Lisa e Daimon Morris dois bruxos de família de sangue puro, mas que não eram ricos e gloriosos como a maioria suporia que seriam pessoas com herança sanguínea completamente mágica. Herdou os traços da mãe escocesa, ainda que as feições de Daimon estivessem ali, no formato do queixo ou no modo como ele arqueava as sobrancelhas quando ficava pensativo. Mas, quando sorria... Ah! Quando Damien sorria ficava assustadoramente parecido com Lisa, com seus olhos castanhos e cabelos alaranjados. Isso era o bastante para fazer dele o filho favorito de Daimon, ainda que ele nunca demonstrasse a menor distinção entre os filhos. Lisa e Damien eram quem levavam a casa nas costas. Daimon havia sofrido um acidente enquanto trabalhava em um emprego informal anos atrás, o que o deixara permanentemente preso à uma cama, cheio de seqüelas as quais magia nenhuma dava jeito. E eles não tinham dinheiro para nenhum tratamento muito elaborado de qualquer forma. E as demais crianças, Darien, Danica e Daise, ainda eram pequenas demais. Lisa passava seus dias, e noites às vezes, lavando e passando roupas para fora enquanto o ruivinho rodava pelo subúrbio dos Estados Unidos, a versão mágica dele, um lugar que parecia parado no tempo e esquecido por todos, com uma maleta de engraxate nas mãos. Não era muito, mas eram felizes com o que tinham. Principalmente aos domingos quando iam à missa. Damien às vezes achava que aquilo era uma espécie de ritual de purificação para sua mãe. Ela sempre parecia renovada quando saíam da igreja, por isso nunca teimava em não ir com ela, por mais que achasse aquilo um pouco esquisito. Uma bruxa católica. E católica do jeito trouxa! Mas ele adorava ver um sorriso no rosto cansado e pálido da mãe, então não se via no direito de contestar nada. Estudou em Ilvermorny quando a época chegou, mas sempre se preocupou com a situação em casa enquanto estudava, o que comprometeu demais seu rendimento por um tempo. Até que sua mãe veio a falecer, em seu último ano de ensino básico, o que o fez repetir e dar um tempo dos estudos até que tudo se organizasse. Cuidou dos irmãos, alguns já na escola de magia americana, e do pai que precisava de muita atenção. Arrumou um emprego em uma loja de artigos mágicos onde a esposa do patrão se encantou por seus bons modos e resolveu ajudá-lo a se formar, bancando suas despesas até depois que terminasse alguma faculdade que fosse de seu agrado. Nos dias atuais encontra-se no último período da faculdade que escolhera, de férias, e ganhou de sua benfeitora várias passagens para que viajasse pelo mundo, conhecesse novas pessoas e, assim, encontrasse algum sentido na vida, uma vez que já sobrevivera a duas tentativas de suicídio e a senhora estava absurdamente preocupada com ele. Bom... Ele duvidava muito que algo pudesse elevar seu ânimo àquela altura do campeonato, mas... Ele não faria uma desfeita daquelas a mulher que havia sido tão boa com ele. Ainda que caminhar vivo sobre a terra lhe doesse quase tanto quanto as lembranças que sempre invadiam sua mente. Ele estava triste. Não. Triste não. Ele estava oco. Vazio. Sem propósito. Será que algo em algum momento conseguiria reverter esse quadro?



Este perfil já foi visualizado 262 vezes. Atualizado pela ultima vez em: 02/08/2019 às 18:41:07