Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Felicidade Jian-Yin Lee 5730 23/05/2020 às 22:05:02
Recomeço Jian-Yin Lee 8275 13/03/2020 às 16:50:15
22/02/2020 Duncan Cullen 8052 22/02/2020 às 15:27:50
Diário do Josh - Últimos dias antes da escola. Joshua P. A. Nolan 11847 17/01/2019 às 11:12:01
Chegada à Durmstrang Mihail Weylin 11454 22/11/2018 às 18:19:24

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Estados Unidos Andrew Strait [ 17584 ]

Situação Atual: CADASTRO NORMAL E ATIVO

  • Andrew Strait
  • Mundo Mágico

  • Mundo Mágico

  • NOME COMPLETO

    Andrew Miller Strait

  • RAÇA

    Humana

  • CLASSE

    Mágica

  • ALTURA

    1,83m

  • PESO

    77kg

  • OLHOS

    Verde Intenso

  • CABELOS

    Loiro Intenso

  • SEXO

    Masculino

  • OPÇÃO SEXUAL

    Homossexual

  • IDADE

    27 anos

  • DATA DE NASCIMENTO

    10/05/1991

  • SIGNO

    Touro

  • NOME DO PAI

    Elliott Strait

  • NOME DA MÃE

    Sarah Smith

  • ORIGEM SANGUÍNEA

    Sangue Puro

  • LOCALIDADE

    Mundo Mágico

  • CIDADE/PAÍS

    Chicago/Estados Unidos

  • NÍVEL

Uma promessa de proteger e cuidar nem sempre é algo simples. Aqueles que compreendessem um pouco de aura compreenderiam que a cor verde, dos curandeiros, saberia o quanto a necessidade de cura é igualmente necessária.

Andrew Strait, nascido e criado nos Estados Unidos, veio de uma longa geração de medibruxos estudantes de Ilvermorny — talvez até mesmo mais longínqua.

Como um estudante sob a casa Pukwudgie, focou maior parte de sua vida a tentar auxiliar os outros e manter as aparências da família Strait. Poucos imaginariam que por trás da elegância, perfeccionismo exagerado e todos os "bons costumes" aos quais sempre se mostra fiel, o jovem Drew seria no fundo alguém completamente contrário às tradições de sua família: pouquíssimo patriota e sem o mínimo desejo de seguir a vida com a máscara de perfeição.

Durante maior parte de sua adolescência, precisou tentar lutar contra seus próprios sentimentos dúbios e desejos para tentar não aparentar a ninguém que não seguia o "padrão Strait" de quem arrumaria uma mulher da alta classe e refinada ainda na adolescência com quem se comprometeria e casaria antes de qualquer relação física. Claro, não apenas não conseguira seguir aquilo e ouvir a religiosidade extrema de sua mãe sobre os pecados e afrontes à religião cristã que poderiam ser cometidos, como ele próprio passou a questionar as crenças da família e a si próprio.

Reprimindo todos os seus desejos de tornar-se alguém mais livre, sua bissexualidade e toda sua pouquíssima vontade de constituir uma família, mudou-se para Londres com o intuito de tornar-se um medibruxo na distância dos outros Strait, sobre o pretexto de implementar suas técnicas de cura, entrando na Queen Mary University of London (QMUL) e formando-se com honras. Especializou-se em medicina oriental para aproveitar sua facilidade absurda em poções, mesmo que em parte estivesse dividido por sua habilidade com as mãos para realizar cirurgias minuciosas.

Por trás de todo o físico bem cuidado e aparência saudável, Drew possui uma saúde complicada. Desde a fibromialgia — sendo um dos raros casos registrados em homens — até síndrome bipolar e pânico noturno, Andrew nunca realmente deu a devida atenção aos próprios transtornos, tentando automedicar-se desde a adolescência, começando a fumar cannabis para aliviar os sintomas.

Para evitar a carga absurda ou o constante estresse dos consultórios ou da pressão de sua família para retornar aos Estados Unidos e trabalhar no Hospital da família, Andrew tenta buscar um emprego estável com menor carga horária e que o permita, no mínimo, ter seu próprio momento para decidir o que fazer de seu futuro.



Este perfil já foi visualizado 477 vezes. Atualizado pela ultima vez em: 25/11/2019 às 19:58:28