Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Felicidade Jian-Yin Lee 156 23/05/2020 às 22:05:02
Recomeço Jian-Yin Lee 1970 13/03/2020 às 16:50:15
22/02/2020 Duncan Cullen 2333 22/02/2020 às 15:27:50
Diário do Josh - Últimos dias antes da escola. Joshua P. A. Nolan 6408 17/01/2019 às 11:12:01
Chegada à Durmstrang Mihail Weylin 5805 22/11/2018 às 18:19:24

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Inglaterra Anthony Benett [ 17630 ]

Situação Atual: CADASTRO NORMAL E ATIVO

  • Anthony Benett
  • Mundo Mágico
  • Mundo Mágico

  • NOME COMPLETO

    Anthony Edward Edmund Thomas Yorkshire Benett (Hizumi Takashiro)

  • RAÇA

    Fantasma

  • CLASSE

    Mágica

  • ALTURA

    1,82m

  • PESO

    72kg

  • OLHOS

    Cinza Claro

  • CABELOS

    Cinza Claro

  • SEXO

    Masculino

  • OPÇÃO SEXUAL

    Homossexual

  • IDADE

    564 anos

  • DATA DE NASCIMENTO

    12/07/1454

  • SIGNO

    Câncer

  • NOME DO PAI

    Edgard Benett

  • NOME DA MÃE

    Elizabeth Benett

  • ORIGEM SANGUÍNEA

    Desconhecida

  • LOCALIDADE

    Mundo Mágico

  • CIDADE/PAÍS

    Londres/Inglaterra

  • NÍVEL

  • Animal de Estimação Animal de Estimação:

    Este personagem não possui um animal de estimação!

  • Feitiços Aprendidos Feitiços Aprendidos por este Personagem:

    Um total de 191 magias...

  • Inventário Total de Itens no Inventário:

    diferentes itens


  • Dados do Jogador Dados do Jogador:

    Nick

  • Ajuda

    Abaixo você confere alguns links para tutoriais e textos importantes que vão te ajudar a entender melhor o funcionamento do nosso jogo!

    Em caso de dúvidas procure alguém da Staff ou algum jogador mais antigo para lhe auxiliar.


Ah! A liberdade! Você já sentiu essa coisinha preciosa correr por suas veias no lugar do sangue? Não? Você não sabe o que está perdendo, meu amigo! O que foi? Está incomodando com o tamanho de meu sorriso? De meus cabelos? Ou são minhas unhas que lhe dão aflição? Puxe uma cadeira que irei lhe contar o motivo dessas coisas. E, principalmente, disso aqui. *Ergo meus braços mostrando as sobras das correntes arrebentadas que me prendiam.* A história é longa, mas vou tentar resumir o máximo possível.

Eu tinha uma família nobre em meio a corte dos Tudor na Inglaterra pré Elizabetana. Tinhamos um condado para chamar de nosso e eu era o primogênito. Estudei na França durante boa parte da infância, mas, antes de ser mandado para lá, fiz alguns amigos dos quais nunca esqueci. Quando retornei eu estava ainda mais ligado aos meus amigos deixados em minha terra natal. Principalmente um deles. O senhor “H” (vamos chamá-lo assim porque até dizer o nome dele me é doloroso hoje em dia) era dois anos mais velho que eu. E possuía segredos que nunca imaginei ser possíveis de existirem. Éramos ambos loucos por ciência e dissecamos muitos corpos juntos. Queríamos ser médicos. Ele era um bruxo. E eu me descobri um também.

Estávamos em um período complicado em meio a caça às bruxas liderada pela igreja católica e isso me apavorou. Como eu me declararia bruxo em um país Cristão? O senhor “H” e eu resolvemos deixar isso em segredo, uma vez que ele vinha de família de sangue puro e os pais dele poderiam me ensinar o que era preciso, descartando assim a necessidade de uma educação numa escola de magia e bruxaria.

Mas o senhor H tinha um segredo que não havia me contado. Ele tinha um irmão. Um irmão gêmeo que o odiava e invejava acima de todas as coisas. E ele me queria. Me queria porque o senhor H me queria. E ele seria a derrocada de nossos destinos. Em meio a muitos (muitos mesmo, não vou detalhar por aqui) problemas o irmão do senhor H assassinou meu irmão mais novo, Willian, a quem muita estima eu tinha, fazendo com que as provas incriminassem o senhor H e eu o odiasse pensando que havia sido ele. Foi duro. Foi difícil. E eu não tinha uma única noite de paz. Gastei minhas horas de sono para pesquisar possíveis métodos passíveis de uso na tentativa de reviver meu irmãozinho, sempre com medo que a próxima vítima de senhor H fosse eu.

Apliquei em mim mesmo sem contar para ninguém antes de tentar ter Willian de volta. Precisava, de verdade, arrumar uma forma de garantir que minha pesquisa desse frutos e que eu não morresse no meio do caminho. 47. Foi essa a quantidade exata de pedaços em que parti minha alma. Era como se eu estivesse adivinhando. Meses após esse feitiço proibido se finalizar, o irmão do senhor H tomou posse de seu corpo usando magia negra e fez com que ele me matasse com suas próprias mãos.

O retirou do transe enquanto eu agonizava em seus braços. Vi a dor aguda que o perpassava antes de que toda a minha visão e noção fosse retirada, dando lugar apenas ao negro buraco que era a não existência. Mas eu havia garantido que aquele não fosse o fim para mim, certo?E não foi. O tormento estava apenas começando. Quando acordei, estava no pescoço de uma asiática. Não me lembrava de muito, nem mesmo do meu nome me lembrava. Tomei forma além da espiritual e me apresentei para ela. Nunca soube como fui parar lá, mas era um bom local para se existir. Ela me chamava de Hizumi por causa de uma afinidade minha com o elemento água que ela dizia ver. E Takashiro pelo meu olhar afiado e meus cabelos naturalmente brancos. E, bom, esse foi meu nome por todo esse tempo. Confesso que ainda o uso hoje em dia e até o prefiro.

Ah! As correntes? Sim, sim... Essa é a parte final da história. Eu não sabia o motivo, mas sentia uma vontade sobrenatural de continuar minhas pesquisas acerca de meu irmão. E eu continuei. Em segredo. Em espírito. Cometi alguns... Er... Delitos no meio do caminho. Delitos que fizeram com que os vivos lançassem uma maldição de prisão sobre mim. Mas... Sabe? O encantamento está tão velho que acho que finalmente o efeito dele passou. Olha essas correntes quebradas, que lindas! Agora tenho um mundo novo para conhecer e pessoas para pesquisar. Continuo não passando de uma lembrança, e tenho ciência de que há várias partes de mim perdidas por aí. Então... E aí? Você gostaria de encontrá-las para mim?



Este perfil já foi visualizado 180 vezes. Atualizado pela ultima vez em: 14/03/2020 às 16:30:07