Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Felicidade Jian-Yin Lee 6412 23/05/2020 às 22:05:02
Recomeço Jian-Yin Lee 8765 13/03/2020 às 16:50:15
22/02/2020 Duncan Cullen 8545 22/02/2020 às 15:27:50
Diário do Josh - Últimos dias antes da escola. Joshua P. A. Nolan 12324 17/01/2019 às 11:12:01
Chegada à Durmstrang Mihail Weylin 11989 22/11/2018 às 18:19:24

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Inglaterra Greggor Ainsworth [ 17668 ]

Situação Atual: CADASTRO NORMAL E ATIVO

  • Greggor Ainsworth
  • Mundo Mágico
  • Mundo Mágico

  • NOME COMPLETO

    Greggor Ainsworth

  • RAÇA

    Lobisomen

  • CLASSE

    Mágica

  • ALTURA

    1,88m

  • PESO

    86kg

  • OLHOS

    Azul Claro

  • CABELOS

    Preto Opaco

  • SEXO

    Macho

  • OPÇÃO SEXUAL

    Bissexual

  • IDADE

    37 anos

  • DATA DE NASCIMENTO

    05/04/1981

  • SIGNO

    Áries

  • NOME DO PAI

    Jimitry Ainsworth

  • NOME DA MÃE

    Débora Ainsworth

  • ORIGEM SANGUÍNEA

    Sangue Puro

  • LOCALIDADE

    Mundo Mágico

  • CIDADE/PAÍS

    Essex/Inglaterra

  • NÍVEL

A dor dar mordida que havia recebido não era nada comparada a dor da rejeição por parte de sua família. Aquilo havia lhe sido um baque e tanto. Ele sempre tivera seus parentes como a coisa mais importante e sempre fizera o possível para que eles estivessem bem e felizes. Mas, quando a pessoa a precisar da mão amiga fora ele, ele havia recebido as costas de todos em quem confiavam. Não podia mais pisar na casa de nenhum dos de seu próprio sangue. Não podia contar com eles. Ele não era mais nada perante seus iguais. Nem mesmo um igual mais ele era. Agora era um lobisomem. Um ser amaldiçoado. E de seres amaldiçoados os Ainsworth queriam era distância.

Ele se lembrava de quando tudo era diferente. Era uma criança prodígio e um dos mais bem colocados dentre seus parentes. Um cérebro acima da média. Uma eloquência digna de nota para se ser vista em uma criança... mas nada disso era importante agora. Doía pensar nisso. Pensar que era um ser descartável ao ponto de, agora, ser expulso de todo e qualquer círculo social que envolvesse sua preciosa família.

Minha primeira manifestação mágica foi recebida com alegria e repleta de mimos. Não era como se sequer acreditassem que poderia haver um aborto dentre os de minha linhagem. Mas, mesmo que nem pensassem nessa possibilidade, também temiam lá no fundo que ela pudesse vir a ser real e desestabilizasse toda a honra e orgulho que poderiam vir a sentir de minha pessoa.

Por anos achei que minha família era a melhor dentre todas as do mundo bruxo. Estudei em Hogwarts, pertencendo a cada de Ravenclaw por essa época e, quando me formei, estava pronto para assumir um cargo de destaque no mundo mágico quando o inferno tomou conta de minha vida e destruiu todo o meu presente e possível futuro.

Fui mordido por um lobisomem e rejeitado por aqueles em quem acreditei por tanto tempo serem os meus maiores bens. Hoje em dia, sou um renegado dentre meus parentes. Hoje em dia vejo o tipo de cobra que compõe minha família. Hoje em dia sigo procurando uma forma de me virar sem depender de nenhuma das pessoas que me evitam unicamente por agora carregar uma maldição tão grave quanto a que atualmente carrego.



Este perfil já foi visualizado 215 vezes. Atualizado pela ultima vez em: 26/07/2020 às 13:01:00