Dados Básicos do Fórum:

Na Zonko's não citamos nenhum dos personagens dos livros ou filmes. Vivemos no mundo mágico, mas nem Harry Potter, Voldemort, Dumbledore, Comensais da Morte e etc. existiram em nosso mundo, com isso você não pode usar nenhum sobrenome dos personagens dos filmes ou livros. O fórum encontra-se nos dias atuais, no ano de 2013 d.c. e as condições climáticas variam de dia para dia e de tópico para tópico, conforme você poderá observar. O nosso período letivo dura oito meses contando com as férias. Nossos adultos recebem por dia de presença e seus tópicos em ON lhe renderão pontos e goldens (nossa moeda). Você nunca poderá interpretar a ação de outro personagem (salvo com autorização), mas poderá interpretar livremente o seu personagem (seja sempre coerente), lembrando que toda ação possui uma reação. A capital do Mundo mágico está localizada em Vaduz, Liechtenstein.

Últimas publicações do Livro Vermelho:

Título Autor Visitas Data
Felicidade Jian-Yin Lee 4206 23/05/2020 às 22:05:02
Recomeço Jian-Yin Lee 6707 13/03/2020 às 16:50:15
22/02/2020 Duncan Cullen 6690 22/02/2020 às 15:27:50
Diário do Josh - Últimos dias antes da escola. Joshua P. A. Nolan 10596 17/01/2019 às 11:12:01
Chegada à Durmstrang Mihail Weylin 10156 22/11/2018 às 18:19:24

Central de Ajuda Zonko's:



Entre em contato por: [email protected]

Grecia Bacco L. Anderson [ 17732 ]

Situação Atual: CADASTRO NORMAL E ATIVO

  • Bacco L. Anderson
  • Mundo Mágico

  • Mundo Mágico

  • NOME COMPLETO

    Bacco L. Anderson

  • RAÇA

    Humana

  • CLASSE

    Mágica

  • ALTURA

    1,85m

  • PESO

    85kg

  • OLHOS

    Azul Claro

  • CABELOS

    Preto Intenso

  • SEXO

    Masculino

  • OPÇÃO SEXUAL

    Indefinido

  • IDADE

    32 anos

  • DATA DE NASCIMENTO

    27/11/1986

  • SIGNO

    Sagitário

  • NOME DO PAI

    Paul Anderson

  • NOME DA MÃE

    Calista Do Petros Landwik

  • ORIGEM SANGUÍNEA

    Sangue Puro

  • LOCALIDADE

    Mundo Mágico

  • CIDADE/PAÍS

    Zakynthos/Grecia

  • NÍVEL

Ser o irmão mais velho tinha pouquíssimas vantagens, especialmente se você tiver uma única irmã. Não preciso dizer que a chegada de Courtney à família trouxera imensa alegria. Meus pais eram loucos para ter uma filha, assim como eu sempre desejei ter um parceiro de crime em casa, independente do sexo que tivesse. E de fato, na medida em que os anos passaram, minha caçulinha e eu nos tornamos muito próximos, mesmo com nossos seis anos de diferença. O que eu não esperava, é claro, é que ela fosse seguir o caminho que meu pai desejava que eu tivesse seguido: uma aventura sem volta para se tornar uma máquina do esporte.

Bom, diferente de Courtney, eu gostava mesmo era de sentir os pés no chão, na areia quente da praia; senti-los balançando a esmo sobre uma vassoura não me parecia a melhor maneira de curtir a vida. A verdade é que, embora voando você consiga alcançar mais alturas e viajar longas distâncias com mais facilidade, você deixa de viver e sentir cada centímetro que seu corpo percorre. Mas se você é trouxa, e minha lógica não te faz sentido, aqui vai uma analogia: viajar de avião da Grécia à Inglaterra não te proporciona as mesmas experiências que você teria caminhando (o que não significa que você deva fazer isso, claro).

Essa admiração pela natureza, estilo de vida aventureiro e as constantes visitas às praias de Zakynthos me fizeram crescer completamente desinibido, acostumado com o calor do sol na pele e a presença de vida, tanto humana quanto marítima. Pescar teria se tornado um hobby, se minha empatia pelas criaturas do mar não me impedisse de machucá-las, algo que, pouco a pouco, revelaria a mim um estilo de vida vegetariano. Quando aprendi a nadar, passei a me aproximar de ilhas mais remotas para observar os animais mais de perto, longe dos habitantes e do turismo, e neste hábito percebi que preservar a sua existência parecia um objetivo de vida que me faria feliz. Pelo menos até nos mudarmos para a Inglaterra, próximos à família de papai.

Os anos foram passando e, assim como me formei pela casa da Corvinal em Hogwarts, decidi dedicar meus estudos às vidas das criaturas mágicas uma vez que, ainda mais que os animais comuns, corriam um sério perigo devido ao tráfico ilegal e riscos de exposição aos trouxas. Se isso havia me tornado um pouco esquisito? Porque tornaria? Seres mágicos são, em sua maioria, apenas mal compreendidos, embora ninguém deva se aproximar de um erumpente faminto.



Este perfil já foi visualizado 56 vezes. Atualizado pela ultima vez em: 22/07/2020 às 13:24:11