JORNAL LUMMUS

VADUZ, 02 de julho de 2021

CIB coordena I Fórum Internacional de Magizooherbologia
Evento marca início das férias escolares e pretende expandir conhecimento através da cooperação entre estudiosos

Imagem

Férias escolares no mundo bruxo e não podia faltar um evento grande pra agitar e fazer toda a comunidade mágica interagir. Nesse ano, a Confederação Internacional dos Bruxos (CIB) coordena o Fórum Internacional de Magizooherbologia, evento que contará com atividades e workshops a serem realizados em seis países.

De maneira a possibilitar um ambiente de aprendizagem e cooperação entre o maior número de participantes possível, o evento será sediado nas cidades de Toronto (Canadá), Rio de Janeiro (Brasil), Atenas (Grécia), Tokyo (Japão), Alexandria(Egito) e Sidney (Austrália), um país em cada continente. A feira de abertura acontecerá na cidade de Toronto com presença de grandes nomes do mundo da magia e muitos especialistas da área que farão exposições em estandes. A organização da feira de abertura ficou a cargo de Cassandra McAlister, chefe dos aurores da MACUSA e jornalista aqui do Daily Lummus. Nada melhor que uma feira mágica para fazer com que os participantes do evento entrem no clima, não é mesmo?

Conversei com Eriki Glunksburg (ex ministro da magia de Liechtenstein e atual primeiro ministro da magia da CIB) sobre o evento e seus objetivos. "Obviamente que nosso intuito é difundir o estudo sobre as artes naturais e ampliar o conhecimento a respeito dos biomas existentes em nosso planeta, bem como seus habitantes, sejam criaturas ou plantas. É notório que o saber zooherbológico é de vital importância para o desenvolvimento de novas ferramentas mágicas. Contudo, precisamos trocar os conhecimentos que já possuímos. Cooperar é, sem dúvida alguma, a chave para avanços jamais imaginados", afirmou o ministro quando indagado sobre o propósito do evento.

Cooperação é mesmo a palavra chave para o Fórum Internacional de Magizooherbologia, que tentará unir bruxos do mundo todo em prol de uma só causa: a expansão dos conhecimentos bruxos. As informações sobre a programação da feira de abertura, os estandes disponíveis, localização e acomodações bruxas para todas as cidades onde acontecerão o evento você encontra no caderno de entretenimentos do nosso jornal. E, não podia faltar, a rede Lummus de comunicação estará cobrindo todos os eventos e trazendo as novidades e informações necessárias para que nossos leitores possam aproveitar as férias de melhor maneira possível. Fiquem ligados nas próximas edições!

Escrito por: REYNA ZHENG

2.756 Visualizações
14/04/2020 às 15:20:31



JORNAL LUMMUS

LIECHTENSTEIN, 01 de Outubro de 2018.

Mais mortes?
"Como o ministério está lidando com mais mortes confirmadas de seus juízes?"
Imagem


Nos últimos dias, uma onda de mortes e atentados passaram a assombrar o mundo mágico. Dentro do Ministério da Magia de Liechtenstein, no ano passado, tivemos vários acontecimentos que marcaram a sociedade: morte do Alto Inquisdor e o atentado contra toda a Suprema Corte de Wizengamot, por exemplo. Por conta de todos esses ocorridos, nas mais diversas rodas de conversas de todo tipo de bruxo, notícias incertas começaram a circular. E isso, é claro, como todo boato, começou a causar confusão entre os bruxos. Tudo o que falavam era apenas conversa sem fundamento ou, de fato, estas mortes aconteceram? Procurando esclarecer isto, o Lummus Journal resolveu entrar em ação.

A primeira providência do jornal foi procurar, para tentar esclarecer o que é verdade, Georgine Henriette Marie d'Aviano, que atualmente é Cacique Suprema de Wizengamot, sendo a pessoa responsável pelo departamento mais afetado e, por conta disto, que está acompanhando os trabalhos dos aurores. Obtivemos a seguinte resposta:

    “Os aurores de Liechtenstein estão trabalhando nas investigações das mortes dos conselheiros, tendo o apoio dos Ministérios do Reino Unido e dos Estados Unidos para lhes fornecer o máximo de informações possíveis sobre os conselheiros e os detalhes dos crimes. Eles também estão investigando o desaparecimento do senhor Nicholas Junkle, vendo se tem relação com as mortes ou se trata de um caso específico. Tudo está sendo feito com a maior perícia possível e com uma equipe preparada e qualificada para este tipo de situação com o intuito de achar o ou os responsáveis para que ele ou eles possam ser julgados segundo o nosso código de leis do Mundo Mágico."

Como podemos deduzir, realmente tem algo acontecendo com a sociedade bruxa, as mortes e desaparecimentos acabaram sendo confirmados. Contudo, a origem e as explicações dos mesmos ainda são um mistério, embora alguns dos boatos afirmem o contrário.

Detalhes a respeito dos assassinatos também foram averiguados pela equipe do Lummus, de forma com que podemos afirmar também que, de fato, os corpos dos juízes Jacques Colemman e Panagiotis Tsakonas, encontrados sem vida após terem sido declarados como desaparecidos, possuíam marcas estranhas - características de rituais, possivelmente. Além dos nomes mencionados, também foram encontrados os corpos de pessoas desconhecidas pelo público, dentre eles uma criança, estudante de Hogwarts. O estranho é que, dentre as vítimas, os juízes foram os que mais sofreram ferimentos graves, além de serem os únicos marcados na pele de maneira anormal. Tais informação levam ao questionamento: seriam os dois membros da Suprema Corte os alvos verdadeiros e os demais apenas pessoas que estavam no lugar errado e na hora errada?

A perseguição com o alto escalão do ministério, no entanto, é evidente, conforme comprovam os ocorridos desde o ano passado. Além das mortes do juízes da Suprema Corte e do Alto Inquisidor, também chama a atenção o desaparecimento do juiz Nicholas Junkle, sendo sua última aparição em Orlando. Será ele mais uma das vítimas do assassino e que seu corpo está apenas esperando ser encontrado para aumentar ainda mais a desconfiança desses acontecimentos?

Mas a verdade, é que, apesar destes questionamentos, é até compreensível o motivo de tantas incertezas e omissão de dados ainda em análise. Se qualquer tipo de relato ou ocorrido for amplamente divulgado sem a devida averiguação e comprovação dos fatos, uma preocupação desnecessária poderia ser gerada. Portanto, antes de mais nada, vamos tentar ter certeza das informações antes de agir, causando pânico e alarde sem necessidade.

Escrito por: Eillen Hastings.

4.485 Visualizações
11/07/2017 às 20:20:47

Cadernos
Notícias
Jornalistas